PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Grupo de policiais e ex-PM são suspeitos de integrarem grupo de extermínio

O POVO teve acesso ao documento que transforma a prisão em flagrante de um ex-PM e um policial militar em prisão preventiva

18:51 | 07/11/2020

Um caso de sequestro e extorsão descoberto pela Controladoria Geral de Disciplina (CGD) e por meio da Coordenadoria Integrada de Inteligência (Coin), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), fez com que as investigações apontassem para a existência de um grupo de extermínio na Capital. A interceptação aconteceu na última quinta-feira, 5. O POVO teve acesso ao documento que transforma a prisão em flagrante de um ex-PM e um policial militar em prisão preventiva, na sexta-feira, 6. Os respectivos suspeitos são Wandson Luiz da Silva e José Eliomar Nazareno Sales.

Homens encapuzados se identificaram como policiais civis e afirmaram que a vítima iria prestar depoimento. "ocasião em que efetuaram o arrebatamento da vítima aduzindo que havia denúncia de tráfico de drogas contra ela. Em seguida levaram a vítima com os olhos vendados para uma casa em ruínas, situada nas proximidade do Jardim do Éden e passaram a extorquir o esposa e o pai da vítima, exigindo
valores para soltá-la", diz o documento.

De acordo com o documento da 17ª Vara das Audiências de Custódia, a extorsão foi comunicada à autoridade policial, que passou a acompanhar o caso e orientar o pai da vítima a deixar o dinheiro no local indicado pelos sequestradores. Depois que os autores de crime pegaram um dinheiro no local designado, os policias civis que acompanhavam o caso iniciaram perseguição ao veículo utilizado para pegar o dinheiro
deixado pelo pai da vítima e lograram êxito em prender os flagranteados e apreender o dinheiro.

Conforme a decisão, informações prestadas pela Polícia Civil apontam que há fortes indícios da participação dos autuados no presente flagrante em outros casos de extorsão, dentre eles a que gerou um inquérito policial em que apenas um dos infratores foi capturado, o que demonstra o alto grau de periculosidade e risco à sociedade. Em decorrência disso, a prisão dos dois em flagrante foi convertida para preventiva.