PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Homem apontado como chefe do tráfico de drogas e armas na Serrinha e Barroso é preso

Identificado como Alan Darlan Batista de Lima, o suspeito tem 30 anos e é conhecido como "Bida". Ele já era alvo das investigações, que descobriram sua participação dentro do grupo criminoso

11:34 | 29/10/2020
As equipes encontraram um revólver calibre 38 com cinco munições, mais de R$ 1.200,00 em espécie, celulares e comprovantes de depósitos no endereço do suspeito (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
As equipes encontraram um revólver calibre 38 com cinco munições, mais de R$ 1.200,00 em espécie, celulares e comprovantes de depósitos no endereço do suspeito (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Um homem apontado por chefiar um grupo criminoso que atuava nos bairros Serrinha e Barroso, em Fortaleza, foi preso na última terça-feira, 27. Identificado como Alan Darlan Batista de Lima, o suspeito tem 30 anos e é conhecido como "Bida". Ele já era alvo das investigações, que descobriram sua participação dentro do grupo criminoso. "Bida" é suspeito de comandar o tráfico de drogas e de armas na Serrinha e no Barroso e regiões próximas. Após diligências, policiais civis chegaram ao seu endereço em Itaitinga.

As informações foram divulgadas em coletiva de imprensa nesta quinta, 29. A operação foi conduzida pela Polícia Civil e Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).

LEIA TAMBÉM | Polícia Civil prende dois chefes de grupos criminosos atuantes em Fortaleza e no Vale do Jaguaribe

Na noite de terça, 27, a Polícia Civil abordou "Bida" quando ele chegava em sua casa. De início, nada ilícito foi encontrado com ele. Mas, após buscas dentro do imóvel, as equipes encontraram um revólver calibre 38 com cinco munições, mais de R$ 1.200,00 em espécie, celulares e comprovantes de depósitos.

Alan já responde por tráfico de drogas, associação para o tráfico, associação criminosa e por dirigir sem habilitação. O suspeito foi encaminhado à sede da Draco, onde foi autuado em flagrante por integrar organização criminosa, posse irregular de arma de fogo e receptação em razão da arma de fogo, que não tem procedência confirmada pelo suspeito.

Com informações da repórter Angélica Feitosa.

TAGS