PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

PF coleta provas contra casos de pornografia infantojuvenil na internet em Fortaleza

Ação ocorreu nesta quarta, 23, e nessa segunda, 21. Ninguém foi preso

10:55 | 23/09/2020
A investigação é do Grupo de Repressão aos Crimes Cibernéticos (GRCC), da Polícia Federal (Foto: ARQUIVO)
A investigação é do Grupo de Repressão aos Crimes Cibernéticos (GRCC), da Polícia Federal (Foto: ARQUIVO)

Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Federal (PF) nesta quarta-feira, 23, e na última segunda, 21, em Fortaleza, pela Operação Arquivo Proibido. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal do Ceará com objetivo de reprimir a posse e a divulgação de conteúdo de pornografia infantojuvenil pela internet. Ninguém foi preso.

Na ação da última segunda, os policiais apreenderam um aparelho de celular com mais de mil imagens de jovens. As fotos eram divulgas por meio de grupos em um aplicativo de mensagens instantâneas, a exemplo do WhatsApp. De acordo com a PF, as imagens serão periciadas para confirmar a idade dos jovens fotografados.

Já nesta quarta-feira, foram apreendidos HDs e notebooks durante o cumprimento de mais dois mandados de busca e apreensão. Em nota, a PF explica que os responsáveis pelo conteúdo dos equipamentos serão enquadrados, conforme suas condutas, "nos crimes previstos nos artigos 241-A e 241-B do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), que preveem penas de reclusão de até seis anos e multa".

A investigação é do Grupo de Repressão aos Crimes Cibernéticos (GRCC).