PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Incomodado com a quantidade de lixo, cearense decide limpar a Praia de Iracema e retira 40 kg de resíduos em um dia

A ação chama a atenção para a poluição das praias que continuou intensa mesmo no período da quarentena

Luana Façanha
08:32 | 21/08/2020
Restos de garrafas e plásticos no Aterrinho da Praia de Iracema (Foto: MAURI MELO/O POVO)
Restos de garrafas e plásticos no Aterrinho da Praia de Iracema (Foto: MAURI MELO/O POVO)

Mesmo no período da quarentena, em que locais públicos passaram a ser menos frequentados, o acúmulo de lixo em praias continua ocorrendo. Incomodado com a situação após ir nadar no mar da Praia de Iracema, André Comaru, 39, retirou, em apenas um dia, 40 quilos de resíduos do local.

André nasceu em Fortaleza, mas mora na Austrália há 11 anos. Ele voltou à Cidade em fevereiro para passar o ano por aqui. Sua família mora próximo à Praia de Iracema, onde ele costuma nadar. “Eu decidi descer para nadar pertinho do Ideal. Ia de um espigão ao outro e voltava andando pela areia. Quando eu voltei pela primeira vez vi a quantidade de lixo na praia, o que me deixou abismado. Eu não tinha nenhum saco de lixo, então peguei o que consegui com a mão e fui para casa”, comenta.

Na segunda-feira seguinte, ele retornou à praia e viu uma quantidade de lixo ainda maior. “Eu percebi que ali tinha um problema de despejo de lixo durante o fim de semana. O aterro fica à disposição, à noite as pessoas estão se reunindo na região, e a galera tá deixando isso. É uma quantidade absurda de garrafas de bebida, vários tipos de plástico, cigarro. Muito lixo mesmo”.

Ele conta que realiza a coleta de resíduos, com ajuda de outras pessoas, desde o início de julho, sempre às segundas-feiras, por volta das 7h30min. Segundo André Comaru, as áreas com mais lixo são próximo ao Espigão da Tia Nair e a Praia dos Crush. “Falta manutenção, uma melhor estrutura de limpeza, mais pessoas limpando, punição, fiscalização, acesso à lixeira e campanhas de conscientização. Fazer a nossa parte, não despejando o lixo. E se consumir na praia, levar o seu lixo de volta com você”, alerta.

Confira vídeos de ações realizadas por André Comaru e seus amigos



 

A Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP) afirma que os serviços de limpeza urbana são considerados essenciais e, portanto, não foram afetados durante o período de isolamento social por conta da Covid-19. A limpeza é realizada, de acordo com a SCSP, por meio da Ecofor Ambiental, que faz o serviço nas praias todos os dias, incluindo a faixa de areia. A SCSP afirma ainda que, para manter o ambiente limpo, precisa da contribuição da população para não depositar resíduos em locais inapropriados. Denúncias podem ser feitas pelo telefone 156. 

Ainda de acordo com a SCSP, a A Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) realiza algumas ações de conscientização em relação à destinação correta de resíduos sólidos, em parceria com órgãos municipais, estaduais e federais. Entre elas, destaca o Programa Fortaleza Cidade Sustentável (FCS), pacote de ação de impacto positivo ao ambiente natural e construído.