PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Cobra de três metros encontrada sobre telhado é enviada ao zoológico

O animal, da espécie Píton birmanesa, é nativo do sudeste e sudoeste da Ásia. A entrega ao zoológico Sargento foi realizada no fim da tarde desta terça

10:30 | 12/08/2020
A cobra píton foi entregue ao Zoológico Municipal Sargento Prata. (Foto: Foto: Ascom/Corpo de Bombeiros)
A cobra píton foi entregue ao Zoológico Municipal Sargento Prata. (Foto: Foto: Ascom/Corpo de Bombeiros)

Uma cobra de cerca de três metros, da espécie píton birmanesa, cujo nome científico é Python bivittatus foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros do telhado de uma residência no Jangurussu, em Fortaleza, na tarde desta terça, 11. O animal estava preso o teto e, no fim da tarde, por volta das 17h30min, foi entregue ao Zoológico Municipal Sargento Prata, no bairro Passaré.

Segundo os bombeiros, os moradores da casa, que fica na rua Recanto Verde, no Jangurussu, telefonaram para o número 193, emergência do Corpo de Bombeiros, após se assustaram ao ver o réptil de cor amarelada no telhado. O resgate ocorreu em segurança, usando instruções técnicas para o resgate de cobras.

A cobra píton, assim como a jibóia, não é venenosa e é nativa do sudeste e sudoeste da Ásia. Ela é uma das cinco maiores cobras do mundo, e pode chegar a até oito metros de comprimento. Elas matam as suas presas por constrição, ou seja, se enrolam nas presas e começam a apertá-las até morrerem por asfixia. Por não fazer parte da fauna cearense, o animal não pode ser solta na natureza.

O caso foi informado a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace). A suspeita é de que o animal tenha sido solto por algum criador ilegal ou, ainda, que a cobra tenha fugido, ainda de acordo com os bombeiros.