PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

No Dia do Estudante, relembre a história de João Nogueira Jucá, que salvou vidas em um incêndio há 61 anos

Em publicação, o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará recordou o ato de heroísmo, e manifestou homenagem em memória ao jovem, de apenas 17 anos à época

10:11 | 11/08/2020
FORTALEZA, CE, BRASIL, 11.08.2019: Anualmente, no Dia do Estudante, o Corpo de Bombeiros do Ceará faz homenagem à João Nogueira Juca.  (Foto: Fabio Lima)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 11.08.2019: Anualmente, no Dia do Estudante, o Corpo de Bombeiros do Ceará faz homenagem à João Nogueira Juca. (Foto: Fabio Lima)

Há 61 anos, morria João Nogueira Jucá, jovem considerado herói pelo Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, por ter salvado vidas em um incêndio ocorrido no Hospital Geral Dr. César Cals (HGCC), ocorrido em 1959. À época, o estudante, de 17 anos, passava por ruas do Centro de Fortaleza, quando presenciou o fogo no hospital. Ao ouvir os pedidos de socorro, João entrou para socorrer as vítimas do incêndio - principalmente crianças que se encontravam internadas no interior do prédio.

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE), o fogo foi provocado por uma explosão no depósito de éter da antiga Casa de Saúde. O rapaz passava pelo local após uma aula de halterofilismo e não se omitiu em ajudar na retirada de pacientes de dentro do hospital. “Infelizmente, um tubo de oxigênio explodiu próximo ao estudante e o atingiu”, conta a Corporação.

Leia também | Líbano busca novo governo, em meio à revolta da população


Com quase 100% do corpo queimado, João não resistiu, vindo a óbito em 11 de agosto de 1959. Desde então, o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará realiza homenagem ao rapaz, anualmente, por meio de uma missa na Capela do HGCC. Em seguida, há uma solenidade Cívico-Militar na Praça Capistrano de Abreu, com a presença de familiares e amigos de João Nogueira Jucá, alunos do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros Escritora Rachel de Queiroz, servidores do Hospital Dr. César Cals.

Entretanto, em razão da pandemia, o CBMCE recordou o ato de heroísmo por meio de uma publicação, em memória do estudante. Nela, a Corporação destaca a criação da Medalha João Nogueira Jucá, utilizada para homenagear os bombeiros militares por atos de abnegação e filantropia.

“[A medalha] não somente prestigia e homenageia tais feitos, mas ao passá-los aos alunos do CMCB, torna-se legado de moral, ética e de exemplo a ser destacado como processo e instrumento educacional”, disse o coronel comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará, Luís Eduardo Soares de Holanda.

Ouça "Hoje, dia do estudante, um estudante em especial é homenageado por sua coragem e bravura." no Spreaker.

João tornou-se um exemplo para estudantes, pelo ato de heroísmo e empatia. Para a família, ele é lembrado como uma figura de humildade, doação e respeito ao próximo. Essa é a mensagem que o sobrinho, João Nogueira Ponte Jucá, 57, gostaria de deixar para os estudantes nessa data.

“Ele não mediu esforços para salvar as pessoas que estavam naquele hospital em chamas. É um exemplo de caridade, de entrega total, de um ser humano cristão. Que as pessoas vejam no meu tio, esse exemplo de amor e respeito ao próximo, porque somos todos irmãos”, disse o sobrinho, que é aposentado do poder judiciário.

Dia do Estudante

O Dia do Estudante é comemorado, no Brasil, no dia 11 de agosto. A data foi sugerida em 1927, em homenagem aos cem anos de fundação dos dois primeiros cursos de ciências jurídicas do País, em 11 de agosto de 1827, por D. Pedro I.

"No Ceará, por conta do estudante João Nogueira Jucá, falecido em 11 de agosto, o Corpo de Bombeiros Militar e o CMCB prestigiam e comemoram esta efeméride, lembrando os feitos heroicos e bravios do estudante João Nogueira Jucá”, destaca o CBMCE.

As primeiras faculdades criadas foram a Faculdade de Direito de Olinda, em Pernambuco, e a Faculdade de Direito do Largo do São Francisco, em São Paulo. Também por esse motivo, o 11 de agosto marca a comemoração do Dia do Advogado no Brasil.