PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Obras no Complexo Cultural Estação das Artes alcançam 16% de execução

Nessa etapa da intervenção, as obras devem se concentrar nas fundações de novos prédios, segundo a Superintendência de Obras Públicas (SOP)

Ismia Kariny
13:38 | 29/07/2020
O empreendimento soma R$ 63,8 milhões em investimentos, fruto da parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza (Foto: DIVULGAÇÃO/SOP)
O empreendimento soma R$ 63,8 milhões em investimentos, fruto da parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza (Foto: DIVULGAÇÃO/SOP)

 

Após mapeamento de restauração, os trabalhos no Complexo Cultural Estação das Artes, no Centro de Fortaleza, entraram em nova fase. As obras já alcançaram 16% de execução e agora devem se concentrar na fundação de novos prédios e estruturas, segundo informou a Superintendência de Obras Públicas (SOP). Quando pronto, no segundo semestre de 2021, o equipamento de quase 67 mil metros quadrados (m²) vai integrar a rede da Secretaria da Cultura do Estado (Secult).

Segundo a SOP, a intervenção é orientada pelos trabalhos preliminares de prospecção histórica. Eles identificaram e catalogaram todos os elementos a serem restaurados no local onde funcionou a Estação Ferroviária João Felipe e os galpões da antiga Rede Ferroviária Federal (RFFSA). Foram observadas estruturas como paredes, pisos, fachadas, entre outros.

Leia também | Interditada há mais de dois anos, Ponte dos Ingleses não tem previsão de início de reforma 

De acordo com o diretor de Obras Especiais da SOP, Silvio Campos, os trabalhos estão retornando em bom ritmo, após o isolamento social rígido. Ele destaca que o foco, no momento, está nas fundações das novas edificações que farão parte do complexo. “Após essa etapa iniciamos a recuperação dos prédios antigos”, complementa o diretor em nota.

A antiga Estação Ferroviária João Felipe vai abrigar o complexo, que será integrado à Praça Castro Carreira (Praça da Estação). Além de preservar e revitalizar diversos prédios, onde funcionarão mercado gastronômico, biblioteca e museu, a Estação das Artes terá outras estruturas erguidas, como as novas sedes da Secretaria da Cultura (Secult) e da Superintendência Estadual do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a Pinacoteca do Estado.

O empreendimento soma R$ 63,8 milhões em investimentos, fruto da parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza, através do Programa Juntos por Fortaleza. De acordo com a SOP, o projeto também prevê a requalificação do entorno, ligando à Escola de Gastronomia e Hotelaria e à área da Santa Casa de Misericórdia e do Centro de Turismo do Ceará (Emcetur).