PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Após denúncias de corte de combustível, PMCE afirma que redução de gastos não impacta serviços essenciais no Estado

Denúncias afirmavam que havia redução de combustível nas viaturas e que a situação prejudicaria as patrulhas e, consequentemente, a segurança pública

15:02 | 22/04/2020
PMCE informa que os serviços essenciais como o policiamento estão assegurados
PMCE informa que os serviços essenciais como o policiamento estão assegurados (Foto: JÚLIO CAESAR)

Após reclamações de policiais militares sobre a diminuição no combustível utilizado nas viaturas da Polícia Militar do Ceará, a corporação emitiu uma nota afirmando que as medidas adotadas pelo governo estadual não impactam os serviços considerados essenciais. O POVO solicitou informações sobre gasto de combustível, nesta quarta-feira, 22.


A reportagem recebeu informação de policiais militares que destacavam a diminuição do combustível como motivo para que viaturas estivessem paradas. Conforme as fontes, a ideia seria diminuir em 50% os gastos com combustível. No entanto, a PMCE afirma que as medidas para otimização dos gastos não impactam nos serviços essenciais.


"O policiamento foi intensificado, principalmente nas áreas bancárias e pontos de estabelecimentos de atividades essenciais, como farmácias, lotéricas e supermercados. Reforçamos que a Corporação trabalha de forma alinhada aos Decretos Governamentais que tratam das medidas necessárias ao enfrentamento da pandemia da Covid-19", informou por meio de nota.