PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Obra de dragagem do Cocó chega a 30% de execução

A obra, que tem caráter emergencial, custa R$ 15,5 milhões aos cofres do Estado. Objetivo é evitar alagamentos durante o período chuvoso

Lucas Braga
17:11 | 31/03/2020
(Foto: Divulgação/Secretaria das Cidades)

Mesmo com a desaceleração das obras públicas após o decreto de calamidade no Estado, a dragagem e limpeza da vegetação continuam no Rio Cocó. A obra, que tem caráter emergencial, está com 30% de execução e contempla os trechos compreendido entre a avenida Paulino Rocha e rodovia BR-116; e entre avenidas Murilo Borges e Engenheiro Santana Júnior.

De acordo com o engenheiro responsável, Márcio Francisco Pegoraro, a obra tem 23 homens trabalhando atualmente. O objetivo é evitar alagamentos, em especial, neste período de quadra chuvosa, reduzindo assim os impactos à região.

A responsável pela Coordenadoria de Revitalização de Áreas Degradadas e Drenagem da Região Metropolitana de Fortaleza (Corev), da Secretaria das Cidades, Lana Araújo, diz que, além dos alagamentos, as famílias que moravam no entorno não tinham saneamento. “Com a obra, eles passaram ter rede de água e esgoto. Protegemos o rio e aquelas famílias que moravam em condições inadequadas”, reforça.

A previsão de conclusão da dragagem, conforme contrato, é junho de 2021, porém, segundo o engenheiro, a expectativa é que seja concluída ainda no final deste ano. A execução da obra é realizada pelo Consórcio Lomacon/Morais Vasconcelos/Dratec, com investimentos de R$ 15,5 milhões do Tesouro Estadual do Ceará.