PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

População denuncia poluição no Riacho Parreão, que amanheceu avermelhado

As águas amanheceram avermelhadas, nesta segunda. A Agefis enviará equipe ao local para apuração da denúncia

Lucas Braga
18:12 | 09/03/2020
A mudança na coloração foi percebida na manhã desta segunda-feira
A mudança na coloração foi percebida na manhã desta segunda-feira (Foto: REPRODUÇÃO/WHATSAPP/O POVO)

As águas do Riacho Parreão amanheceram com coloração avermelhada, na manhã desta segunda-feira, 9. O indicativo de poluição foi percebido no Parque Parreão, atrás da rodoviária Engenheiro João Thomé, no bairro de Fátima. O parque, que fica entre as avenidas Borges de Melo e Eduardo Girão, é cortado pelo riacho.

Moradores e integrantes da Comissão de Direito Ambiental da Ordem dos Advogados do Ceará (CDA/OAB-CE) fizeram denúncia à Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis). Em nota, a agência informou que enviará equipe ao local para apurar a denúncia e possíveis causas do ocorrido.

Moradora do bairro, a funcionária pública Dominik Fontes disse que outros episódios de poluição já haviam sido registrados. Ela lembra que a coloração da água já esteve verde e, em outra ocasião, azulada, nos últimos dois anos. Ela lembra que o Riacho Parreão deságua no Rio Cocó.

“Abrimos reclamações na Prefeitura mas nunca acharam a fonte da poluição. Parece que a empresa que fazia isso faliu e nunca mais tínhamos visto ele poluído como antes. Hoje, foi essa surpresa”, conta Dominik.

A Associação Parque Parreão I, de moradores que zelam pelo local, suspeita que resíduos de tingimento de tecidos possa ter causado a mudança da coloração.

Saiba mais

O Parque Parreão I foi reformado em 2014, obra que custou mais de meio milhão de reais, para novo calçamento, lixeiras, sinalização, poda das árvores, limpeza do canal e iluminação. Com área de 31.582m², foi inaugurado no dia 3 de setembro de 1993.