PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Comissão reforça colegiado na quarta rodada de negociações

Reunião estava marcada para 10h desta sexta, mas começou apenas às 12h30min. Motim dos policiais militares entra no 11º dia

Rubens Rodrigues
12:31 | 28/02/2020
Comissão formada por representantes dos três poderes e do MPCE para negociar o fim da paralisação de PMs se reuniu duas vezes nesta quinta, 27; policiais não aceitaram a proposta provisória
Comissão formada por representantes dos três poderes e do MPCE para negociar o fim da paralisação de PMs se reuniu duas vezes nesta quinta, 27; policiais não aceitaram a proposta provisória (Foto: Thais Mesquita)

A quarta rodada de negociações para chegar a uma solução para o motim dos policiais militares, marcada para as 10 horas desta sexta-feira, 28, tem colegiado reforçado com nove nomes dos três poderes e da categoria. O encontro na Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) começou apenas às 12h30min.

O procurador-chefe do MPCE, Rômulo Conrado, a defensora pública geral do Estado, Elizabeth Chagas e o comandante da Força Nacional, o coronel cearense Aguinaldo de Oliveira reforçam a mesa de negociação.

Além do procurador-geral de Justiça, Manuel Pinheiro, são membros da Comissão: desembargador Teodoro Silva Santos, representante do Poder Judiciário; o procurador-geral do Estado Juvêncio Viana, representante do Poder Executivo; e o deputado estadual Evandro Leitão, representando o Poder Legislativo.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-CE), Erinaldo Dantas, e o representante do Exército Brasileiro, Marcos Cesário, participam como observadores.

Na noite dessa quinta-feira, 27, os policiais militares rejeitaram a proposta do Governo. Em assembleia geral, a categoria recusou o acordo que mantém os percentuais de reajuste salarial e não prevê anistia aos soldados. O motim entra no 11º dia nesta sexta.