PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

6 novas estações do Bicicletar são entregues no Pirambu; Prefeitura promete 35 estações na região até fevereiro

Barra do Ceará, Cristo Redentor e Pirambu são alguns dos bairros contemplados. Na manhã desta quarta, 15, seis estações foram entregues no bairro Pirambu

10:04 | 15/01/2020
Bairro Pirambu ganhou seis novas estações
Bairro Pirambu ganhou seis novas estações (Foto: Leonardo Maia/Especial para O POVO)

Seis novas estações do Bicicletar, sistema de compartilhamento de bicicletas da Prefeitura de Fortaleza, foram entregues no bairro Pirambu na manhã desta quarta, 15. Elas fazem parte de um projeto de expansão do sistema na cidade, que promete entregar, até fevereiro, 35 estações na região Oeste de Fortaleza.

A expectativa é beneficiar mais de 400 mil pessoas nas áreas da Regional I, Regional III e Centro. A intenção é atender 18 novos bairros e adjacências, como Barra do Ceará, Cristo Redentor, Pirambu, Jacarecanga, Carlito Pamplona, Álvaro Weyne, Presidente Kennedy, Monte Castelo, São Gerardo, Centro, Farias Brito, Benfica, Parquelândia, Pici, Antônio Bezerra, Padre Andrade, Moura Brasil e Vila Ellery.

"Fortaleza passa a ser a terceira cidade com mais estações de bicicletas compartilhadas no Brasil, ficando atrás somente de Rio e São Paulo. Já é a primeira em número de estações por habitantes. O sistema está renovado, remonitorado, bicicletas com GPS, totalmente gratuito para quem tiver bilhete único", ressalta Luiz Alberto Saboia, titular da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP). Ele também aponta que o desafio lançado pelo prefeito Roberto Cláudio neste momento é o de levar o sistema para regiões periféricas de Fortaleza, que não eram assistidas por essa política.

O projeto geral, que teve início com a inauguração dessas seis estações, conta com três fases de expansão: a primeira atende às áreas já citadas da região Oeste. A segunda contempla eixos da Osório de Paiva e todos os bairros adjacentes: Siqueira, Bom Jardim e outros. Já a terceira irá levar as estações para eixos da Messejana. "Com isso a população vai ter um sistema muito mais e robusto em rede e esperamos que a população possa cuidar desse sistema e ter mais opção de deslocamento na Cidade", completa o secretário.

A expectativa é beneficiar mais de 400 mil pessoas nas áreas da Regional I, Regional III e Centro
A expectativa é beneficiar mais de 400 mil pessoas nas áreas da Regional I, Regional III e Centro (Foto: Leonardo Maia/Especial para O POVO)

A engenheira da Prefeitura, Bianca Macêdo, explicou durante a inauguração outros detalhes do novo sistema, como o aumento no número de vagas, por exemplo. Hoje, são 12 vagas para cada estação - número que subirá para 16. Outra novidade é que cada estação contará com um botão de alerta para caso a bicicleta precise de manutenção. Ele poderá ser apertado até dois minutos após a devolução e uma equipe se deslocará para o local.

O sistema também não vai mais exigir cartão de crédito. Segundo Bianca, a escolha foi feita por entender as condições econômicas dessas regionais. No lugar, será disponibilizada opção de pagamento em débito ou por boleto. Pessoas que utilizam bilhete único poderão escolher a bicicleta que desejar, através de um tablet colocado em cada estação. As bicicletas agora terão iluminação atrás e na frente e o selim será mais ajustável, podendo atingir alturas maiores.

"Essa expansão vai atender áreas da cidade que não estavam contempladas pelo Bicicletar anteriormente. A gente começa hoje a implantação de 210 estações. A gente vai subsituir as 80 que já existem, por estações e bicicletas mais modernas, e implantar, como agora, 130 estações novas. Estamos aumentando em mais de 150% a estrutura do Bicicletar aqui na cidade de Fortaleza", complementou Roberto Cláudio durante inauguração. Segundo o prefeito, todas as regionais serão atendidas. "A gente vai se tornar a cidade mais ciclável do País. É nossa missão", concluiu.

Até o fim deste semestre, Fortaleza passará das atuais 80 estações do Bicicletar para 210 estações, representando uma ampliação de mais de 150%, promete a Prefeitura. Também como novidade, o sistema Mini Bicicletar, que oferece estações para bicicletas infantis em praças, será expandido, saindo das atuais cinco estações para 14.

As novas 130 estações serão custeadas com recursos municipais da arrecadação da Zona Azul e as 80 estações já existentes no sistema permanecem sendo patrocinadas pela Unimed Fortaleza. 

Durante o lançamento, a nova estação apresentou oscilação no sinal. O POVO apurou que a forte chuva que atingiu Fortaleza nesta manhã desta quarta-feira colaborou com a instabilidade.

As novas estações

81 – Centro Fashion (Avenida Tenente Lisboa, esquina com a Rua Filomeno Gomes)

82 – Areninha Pirambu (calçada da Areninha do Pirambu, na Avenida Leste-Oeste)

83 – Francisco Cordeiro (Rua Francisco Cordeiro, esquina com a Avenida Leste-Oeste)

84 – Santa Rosa (canteiro central da Avenida Leste-Oeste, na altura da Rua Santa Rosa)

85 – Escola Flávio Marcílio (Av. Pasteur, 575 – em frente à EEFM Governador Flávio Marcílio)

86 – Theberge (canteiro central da Avenida Leste-Oeste, esquina com a Rua Theberge)

Regras de uso

1 – Baixe o aplicativo Bicicletar no smartphone e faça o cadastro ou cadastre-se pelo site: www.bicicletar.com.br;

2 – Após o cadastro, habilite seu passe Bicicletar no site ou no aplicativo:

a) Passe com Bilhete Único é gratuito

b) Passe diário: R$5,00

c) Passe mensal R$10,00

d) Passe anual R$60,00

3 – Retire uma bicicleta utilizando o aplicativo, por telefone (08005009901) ou com seu Bilhete Único;

4 – Após utilizar a bicicleta, devolva em uma das posições livres da estação do seu destino;

5 -  Podem ser feitas gratuitamente quantas viagens quiser de até 1 hora (segunda a sábado) e até 90 min (domingos e feriados), desde que sejam realizadas com intervalos de pelo menos 15 min entre si.