PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Edital para construção de usina de dessalinização deve ser lançado ainda em janeiro; veja o projeto

A data foi divulgada após execução de consulta e audiência pública acerca dos processos relativos à planta

Izadora Paula
15:39 | 13/01/2020
A usina de dessalinização irá servir como alternativa para diversificar a matriz hídrica de Fortaleza e Região Metropolitana
A usina de dessalinização irá servir como alternativa para diversificar a matriz hídrica de Fortaleza e Região Metropolitana (Foto: Divulgação Cagece/Arte: Gustavo Diógenes)

O edital para construção e operação da usina de dessalinização de água marinha no Ceará deverá ser lançado no início de 2020, segundo previsão do Governo do Estado. A data foi divulgada após execução de consulta e audiência pública acerca dos processos relativos à planta. A usina irá servir como alternativa de diversificar a matriz hídrica de Fortaleza e Região Metropolitana.

Leia mais: Contrato da usina de dessalinização é de R$ 3 bilhões

Conforme informações divulgados pelo Governo em site próprio, o edital segue para análise pelo Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE) após uma série de etapas relacionadas ao escopo do projeto. A usina estará locada na Praia do Futuro, localização recentemente definida.

Segundo o diretor-presidente da Cagece, Neuri Freitas, o projeto foi iniciado pensando na situação hídrica do Estado. "Além dos 15 estudos e projetos elaborados por empresa contratada, também seguimos diretrizes do Governo do Ceará, por meio da Secretaria de Recursos Hídricos, mas também do município de Fortaleza por meio do projeto Fortaleza 2040".

A usina deverá ser a maior do Brasil em extensão e produção de água. Embora alguns sistemas já tenham sido implantados em 34 municípios do interior do Estado, a nova usina, que será construída em Fortaleza, terá uma estrutura consideravelmente maior.

Para o secretário de Recursos Hídricos do Ceará, Francisco Teixeira, há uma tendência para que se opte cada vez mais pela dessalinização. "Em nossas soluções hídricas para o Ceará, temos que levar em conta a garantia de água sem chuva e diminuição do risco. Para isso, temos que trabalhar com diversas fontes. A rigor, a planta de dessalinização será acionada nos momentos de interrupção dos mananciais principais, que no nosso caso são desencadeados pela falta de chuva. Cada vez mais o futuro olhar para esses tipos de sistema", considera.