PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Projeto Abraço Amigo busca ajudar instituições menos assistidas

O grupo de jovens amigos realizou diversas ações em dois anos e meio de atuação

09:37 | 04/01/2020
Em dois anos e meio, o projeto já realizou diversas ações em instituições menos assistidas
Em dois anos e meio, o projeto já realizou diversas ações em instituições menos assistidas (Foto: Arquivo Pessoal)

Unidos pelo desejo de ajudar, 10 jovens tem tentado mudar pequenas realidades. Desde de julho de 2017, quando tomou forma, o Projeto Abraço Amigo tem focado em mobilizar, não só a arrecadação de mantimentos, mas o olhar mais íntimo, de compartilhar momentos e interagir com idosos, crianças e adolescentes. A essência do projeto é atuar em instituições menos conhecidas e, nesse modelo, já foram realizadas ações ao longo dos dois anos e meio de atividade.

A explicação, segundo os organizadores, é dar apoio e visibilidade aos que não tem tanta atenção. “ Nós tentamos, além de levar materiais, proporcionar um momento de atenção, levamos tempo e um olhar carinhoso”, conta o publicitário Murilo Vasconcelos, 31.

Foram as angústias dele ao perceber privilégios, por passar por momentos difíceis com familiares em idade avançada, que levaram ao surgimento do projeto. O desejo de ajudar sempre existiu, segundo ele. “ Eu sempre quis me dedicar a ajudar, sempre senti essa necessidade de devolver para os outros tudo que eu tenho”, conta Murilo

O que começou com ações apenas para idosos, evoluiu e, hoje, atende diversas instituições e pessoas. Entre deixas e entradas, dez pessoas atuam, hoje, na mobilização das ações.O número reduzido não é um problema, entretanto."Nós já chegamos a ter 40 pessoas, mas estava indo para frente (o projeto), deveria ser algo leve e não estava sendo, reduzir o número de pessoas ajudou a otimizar as funções", comenta o fundador do projeto.

Os que se engajam no projeto são, geralmente, amigos, conhecidos ou pessoas que vão, aos poucos, conhecendo e participando das atividades. O representante de medicamentos, Samuel Alves, 29, conheceu Murilo ainda na faculdade e também compartilhou o que chama de “obrigação boa” de estar ajudando.“Sempre tive vontade de ajudar e estar participando me trouxe isso. A cada ação você cresce espiritualmente, ver o bem, traz esse retorno”, conta.

Para 2020, o projeto pretende ampliar as ações e buscar parcerias com academias e de quem mais desejar doar. Em fevereiro, o grupo irá realizar um aulão beneficente de croosfit. Será no dia 8, às 8h, na Nidum Crosstraining (rua Francisco Holanda, 830 - Dionísio Torres). Para se inscrever, basta doar dois quilos de alimento no dia do evento.

Clique na imagem para abrir a galeria

Serviço

Interessados em realizar doações ou fazer parte do grupo podem falar com o criador do Abraço Amigo, Murilo Vasconcelos - 98888.8584