PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Justiça decide que acusado de matar Stefhani Brito irá a júri popular

A pronúncia atendeu integralmente ao pedido formulado nas alegações finais pelo Ministério Público do Estado do Ceará

12:50 | 28/06/2019
 Morte de Stefhani completou um ano no dia 1º de janeiro de 2019.
Morte de Stefhani completou um ano no dia 1º de janeiro de 2019. (Foto: reprodução)

A juíza Danielle Pontes de Arruda Pinheiro, da 1ª Vara do Júri da Comarca de Fortaleza, pronunciou, nesta sexta-feira, 28, o acusado Francisco Alberto Nobre Calixto Filho como autor do feminicídio da ex-companheira dele, Stefhani Brito Cruz. Calixto responderá por feminicídio quadruplamente qualificado (torpeza, meio cruel, impossibilidade de defesa da vítima e em razão de violência doméstica familiar) e ocultação de cadáver.

A pronúncia atendeu integralmente ao pedido formulado nas alegações finais pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). “A expectativa do Ministério Público Estadual é de que, caso o acusado, que se encontra preso, não recorra dessa decisão, o mesmo venha a ser julgado pelo juri popular ainda neste semestre”, declara o promotor Marcus Renan Palácio.

O caso foi registrado no dia 1º de janeiro de 2018 e teve grande repercussão. Câmeras da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) captaram imagens do acusado andando no bairro Mondubim com a vítima já morta na garupa da motocicleta. O fato aconteceu por volta das 22h40min

Depois de praticado o crime, o acusado permaneceu foragido por 417 dias e foi preso no Pará em fevereiro deste ano.

 Redação O POVO Online