PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Aparelhos de identificação por impressão digital ajudam a prender cinco pessoas

A ação começou nessa quarta-feira, 19 e terminaria nesta quinta

19:13 | 20/06/2019
A operação aconteceu na comunidade da Babilônia
A operação aconteceu na comunidade da Babilônia (Foto: FOTO: Divulgação/SSPDS )

Equipamentos de biometria para identificar pessoas abordadas durante a "Operação Babilônia", que ocorreu nos bairros Passaré e Barroso, faziam leitura da digital em um smartphone. A ação começou nessa quarta-feira, 19, e terminaria nesta quinta.

Até o começo da noite da quarta, cinco pessoas tinham sido presas, sendo que três em flagrante e duas por cumprimento de mandado de prisão. Os flagrantes foram por tráfico de drogas e associação criminosa. 

Operação Babilônia é deflagrada na quarta-feira, 19
Operação Babilônia é deflagrada na quarta-feira, 19 (Foto: FOTO: divulgação/SSPDS )

Conforme o boletim da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os mandados de prisão foram referentes a homicídio e roubo. Foi registrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra uma mulher por desacato. Foram apreendidas ainda quantidades não informadas de cocaína, crack e uma balança de precisão. Os suspeitos foram levados ao 16º DP, no Dias Macedo.

Além das ações das polícias Civil e Militar, houve o trabalho de retirada dos entulhos e outros serviços relacionados à limpeza. Participaram também a Coordenadoria de Operações Aéreas (Ciopaer), da Perícia Forense e do Sistema de Administração Penitenciária (Sap). 

O POVO Online solicitou os dados atualizados da operação à SSPDS e aguarda resposta. 

Redação O POVO Online