PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Reunião entre Sintro e central sindical definirá se haverá paralisação de ônibus em Fortaleza amanhã

A informação é do presidente do Sintro, Domingos Neto. As centrais sindicais de todo o País estão convocando os trabalhadores a protestar contra o projeto do governo de Reforma da Previdência.

17:14 | 13/06/2019

>> Motoristas de ônibus decidem paralisar nesta sexta; empresas reagem e garantem frota circulando

Atualizada às 18h10min

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro) deve se reunir com a central sindical ainda nesta quinta-feira, 13, para decidir se haverá paralisação de ônibus em Fortaleza durante a greve geral convocada para esta sexta-feira, 14. A informação é do presidente do Sintro, Domingos Neto.

Listen to "#91 - A importância das greves gerais para a democracia" on Spreaker.

As centrais sindicais de todo o País estão convocando os trabalhadores a protestar contra o projeto do governo de Reforma da Previdência. Ainda fazem parte das reivindicações temas como a maior geração de empregos formais, retomada do crescimento da economia e contingenciamento na Educação.

De acordo com o presidente do Sintro, após a reunião apenas as centrais sindicais devem pronunciar-se oficialmente. O sindicato afirma que aderiu ao protesto, mas informes sobre a possível paralisação dos ônibus serão repassados oficialmente apenas pelas centrais sindicais. 

Sindifort 

O Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindfort) informou, por meio da presidente Ana Miranda, que está convocando os servidores de uma forma geral e que não há uma previsão sobre a adesão dos servidores públicos e municipais na manifestação. "Não temos orientação de fechar órgãos, mas estamos chamado para a gente ter um momento só nosso, mais específico, dos servidores públicos municipais na sede do sindiFort durante a manhã e seguimos para encontrar os demais na mobilização geral", relatou Miranda.

A sede do Sindfort é na rua 24 de Maio, no Centro de Fortaleza. A mobilização da categoria começa por volta das 8 horas e em seguida os manifestantes seguem para o ponto de mobilização central.

Sindiônibus 

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) afirmou que não vai aderir a manifestação.

Redação O POVO Online