PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Técnicas de primeiros socorros são ensinadas em workshop em Fortaleza

Evento é aberto ao público

15:31 | 07/06/2019

Acidentes e situações de risco, como infarto e queimaduras, podem acontecer a qualquer momento. E todos precisam estar preparados para lidar com casos do tipo. Para esclarecer mais sobre o assunto, a Academia Personal organiza a primeira edição do Workshop de Primeiros Socorros, neste sábado, 8, às 10 horas, no Museu da Fotografia. A programação é aberta ao público. O foco são ações e técnicas para o primeiro atendimento ao paciente em casos de primeiros socorros. 

O infarto é uma das situações que demandam atenção imediata. O problema é causado pela obstrução de uma artéria coronariana - vasos ligados ao músculo cardíaco responsáveis por levar oxigênio. A obesidade e o sedentarismo estão como fatores de risco para o problema. A pessoa que está tendo o infarto pode apresentar o que é chamado de Sinal de Levine, uma dor no peito que pode irradiar para o braço esquerdo, para as costas, ombros e mandíbula, além de apresentar suor intenso.

Em casos como esse, o técnico em enfermagem e resgatista Davi Magno informa que é preciso manter a calma e procurar manter o ambiente tranquilo para a vítima, além de ligar imediatamente para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) - pelo telefone 192.

Como lidar com queimaduras também será tratado no workshop. Quando ocorre esse tipo de problema, Davi informa que o local da queimadura, sua extensão e profundidade são determinantes para os riscos. “Queimaduras na face são consideradas graves quando um inchaço se forma nas vias aéreas, o que pode levar a vítima a uma parada respiratória. Queimaduras nos membros e nas genitálias também merecem uma atenção a mais devido ao risco de afetar a mobilidade e função dos mesmos”, detalha. O ideal é colocar o local afetado sob água corrente natural, de 5 a 10 minutos, e retirar pulseiras, adornos e colares.

O workshop será ministrado pela pós-graduanda em Urgência e Emergência Slavia Nayana, que é enfermeira-chefe da CSE Resgate. Ela lembra que como lidar com engasgos também será explicado no treinamento. Slavia detalha que essa é uma grave situação, que pode levar o paciente à morte. E pessoas de todas as idades estão sujeitas a sofrê-lo. “É preciso nesse momento usar a manobra de Heimich, que consiste em compressões abdominais. É preciso se posicionar atrás da vítima e com as duas mãos abraçar o abdômen da mesma. Você deve comprimir cerca de 20 centímetros do umbigo da vítima, até que seja expelido a obstrução”. Assim como nos casos de infarto, é importante que, ainda durante a manobra, o Samu seja acionado para apoio.

Slavia também chama atenção para o risco que algumas quedas podem trazer. “Uma queda pode simbolizar diversas ocorrências. Tanto de origem biológica, devido à idade, já que algumas podem ser mais sensíveis; devido a algum objeto do ambiente, em que a pessoa pode tropeçar; ou por uma ação ou comportamento de risco; ou de origem clínica, quando um paciente desmaia caindo e causando um trauma, ou após choque elétrico, por exemplo", lista. "Então o importante nesses casos é perceber o que ocasionou a queda e no que ela resultou. Se há um sinal de fratura (deformidade, inchaço, dor ou até mesmo o osso pra fora), não mexa na vítima, ligue 192 e aguarde o socorro”, ensina.

Workshop

O workshop deste sábado é aberto a alunos da academia, familiares e a pessoas que tenham interesse em saber como agir em casos de sangramento nasal, queimaduras, manobras de desengasgo e em casos de infarto. A participação é gratuita.

Serviço:

Workshop de Primeiros Socorros da Academia Personal

Quando: neste sábado, 8, às 10 horas

Local: Museu da Fotografia

Local de Inscrições: recepção da Academia Personal (rua Professor Dias da Rocha, 70, bairro Meireles).

Entrada gratuita. Vagas limitadas.

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)

Número: 192

Hospital Público de Traumatologia: Instituto Doutor José Frota (IJF)

Endereço: rua Barão do Rio Branco, 1816 - Centro

Telefone: 3255 5000

Luana Façanha/ Especial para O POVO