PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Campanha protesta contra a implantação de frota com autoatendimento

A ação, que teve início na tarde dessa segunda-feira, 3, é permanente, ou seja, ocorrerá toda semana

15:19 | 04/06/2019
MUDANÇA DO sistema de pagamento nos ônibus implicou na demissão de cobradores
MUDANÇA DO sistema de pagamento nos ônibus implicou na demissão de cobradores(Foto: Evilázio Bezerra)

Organizada pela vereadora Larissa Gaspar (PPL) por meio da campanha “Só cartão não - manifeste sua indignação”, panfletagem é realizada em diversos pontos da Capital a fim de esclarecer a população sobre a implantação da frota com autoatendimento em Fortaleza.

A ação, que teve início na tarde dessa segunda-feira, 3, é permanente, ou seja, ocorrerá toda semana.

Para Larissa, essa é uma forma de manifestar-se contra a medida que “causa transtornos à população” que faz uso do transporte público. Além disso, a vereadora propôs uma emenda à Lei Orgânica de Fortaleza para que pelo menos mais um funcionário, além do motorista, trafegue nos ônibus.

Esse servidor teria como função "orientar e auxiliar os usuários, especialmente idosos, gestantes e pessoas com mobilidade reduzida; assistir o motorista nas atividades necessárias; evitar a evasão de receitas; acionar o validador mediante o recebimento do bilhete; e acionar o validador mediante o recebimento do dinheiro para possibilitar o transporte de passageiro que não tenha adquirido o bilhete previamente".

Larissa Gaspar ressalta que a sua intenção não é “se opor à tecnologia, mas sim garantir que a população possa escolher como deve pagar”. Sendo assim, ela também lançou um abaixo-assinado contra os ônibus que só aceitam crédito eletrônico.

A fim de debater a questão de forma direta com a população, foi convocada uma audiência pública para o dia 18, às 14 horas, na Câmara dos Vereadores. Estão previstas as participações de sindicatos, da Prefeitura e de usuários do transporte público.

Linhas com autoatendimento serão ampliadas com mais aderência da população

Segundo o Sindiônibus, a medida em que mais passageiros forem aderindo ao crédito eletrônico, a frota com autoatendimento será ampliada na Capital. Atualmente, 505 ônibus da rede municipal de transporte público operam somente com o cartão recarregável.

Já há linhas que circulam somente com a função do crédito eletrônico, mas, nesses casos, o órgão informa que “existem outras com mesmo itinerário que recebem dinheiro”.

Sobre a audiência pública do dia 18 de junho, o Sindiônibus informa que “avaliará” sua ida quando receber o convite.

Prefeito

Em entrevista à jornalista Germana Pinheiro, para o programa O POVO no Rádio, da rádio O POVO CBN, na manhã desta terça-feira, 4, o prefeito Roberto Cláudio afirmou que a questão dos ônibus com auto-atendimento está sendo discutido nas empresas com seus funcionários. "Isso é um assunto muito mais empresarial e corporativo do que da própria Prefeitura. Se, em algum momento, isso afetar a liberdade e qualidade do serviço e o próprio dia a dia do usuário, nós teremos a obrigação de intervir, através da Agência Reguladora", disse. O prefeito apontou que está sendo feita uma avaliação de qual a verdadeira frequência e intensidade das pessoas que têm tido dificuldade no uso do cartão nos ônibus. "Uma coisa é a subjetividade, a reclamação pontual. A outra é estimar e quantificar a porcentagem de usuários que estão eventualmente deixando de pegar um transporte e esperar por outro".

Confira cronograma de panfletagem para esta semana da campanha “Só cartão não”:

Quinta, 6 de junho, às 17 horas

Onde: em frente ao North Shopping, na avenida Bezerra de Menezes.

Sexta, 7 de junho, às 8 horas

Onde: Terminal do Papicu

Sexta, 7 de junho, à tarde

Onde: Cruzamento entre avenida Aguanambi e avenida 13 de maio

Serviço

Audiência pública sobre a implantação da frota com autoatendimento

Onde: auditório da Câmara Municipal de Fortaleza (rua Dr. Thompson Bulcão, 830 - Patriolino Ribeiro)

Quando: 18 de junho

Horário: 14 horas

Redação O POVO Online