PUBLICIDADE
Fortaleza
recorte

Faltam autores negros na Bienal do Livro do Ceará? Ouça podcast

Recorte discute representatividade negra na Bienal Internacional do Livro do Ceará

21:32 | 18/04/2019
Escritora mineira Conceição Evaristo 
é homenageada nesta edição
Escritora mineira Conceição Evaristo é homenageada nesta edição (Foto: ALLAN RICHNER/Divulgação ITAÚ CULTURAL)

A Bienal Internacional do Livro do Ceará, que em 2019 chega à sua edição de número 13, vai acontecer apenas em agosto - diferente de anos anteriores quando era realizada em abril. Uma lista de atrações foi anunciada pela Secretaria da Cultura do Estado, a Secult, instituição responsável pela concepção e execução da Bienal do Livro.

Listen to "#54 - Bienal Internacional do Livro do Ceará: o que podemos esperar?" on Spreaker.

Mia Couto, Conceição Evaristo, Eduardo Agualusa, Frei Betto, Marília Lovatel, Raduan Nassar, Maria Valéria Rezende e Tércia Montenegro são alguns dos nomes que tiveram presenças confirmadas no evento. Conheça as atrações aqui.

Na lista de escritores e mediadores anunciados, que tem mais de 70 nomes, constam apenas quatro autores negros. Nesta quinta-feira, 18, o Recorte discute os nomes escolhidos e responde: falta representatividade na programação?

Para a conversa, o repórter do Núcleo de Investigativos do O POVO e especialista em literatura, Jáder Santana, retorna ao podcast. Bruno de Castro, jornalista e editor do blog Ceará Criolo, também participa.

Lançado em janeiro deste ano, o podcast “Recorte” discute o principal fato do dia, contando com análise dos jornalistas do O POVO. Os episódios são publicados de segunda a sexta-feira, às 19 horas.

Para ouvir, basta acessar as principais plataformas de streaming de áudio, como Spotify, Deezer, Spreaker e agregadores de podcasts no Android e iOS.

Assine o podcast no iTunes (e avalia a gente): http://bit.ly/recortrssapple

Segue a gente no Spotify: http://bit.ly/recortspotf

Segue a gente no Deezer: http://bit.ly/recotdeez

Redação O POVO Online