PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

UFC divulga candidaturas para reitor; confira as datas e informações sobre a eleição

Os votos possuem pesos diferenciados na apuração, de acordo com a Lei nº 9.192/95: 70% para o voto de professores, 15% para o de servidores técnico-administrativos e 15% para o de estudantes

16:46 | 04/04/2019
Reitoria da Universidade Federal do Ceará
Reitoria da Universidade Federal do Ceará (Foto: Aurélio Alves)

Foram homologadas na tarde dessa quarta-feira, 3, as três inscrições de chapas que participarão do processo de consulta à comunidade universitária para escolha do novo reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC). As informações são da Coordenadoria de Comunicação Social da UFC.

Os candidatos ao cargo de reitor para o mandato 2019-2023, por ordem alfabética, são: Antonio Gomes de Souza Filho, atual pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFC, tendo como vice Augusto Teixeira de Albuquerque, atual pró-reitor-adjunto de Planejamento e Administração; Custódio Luís Silva de Almeida, atual vice-reitor da UFC, tendo como vice Davi Romero de Vasconcelos, diretor do Campus de Quixadá; e José Cândido Lustosa Bittencourt de Albuquerque, atual diretor da Faculdade de Direito da UFC, tendo como vice José Glauco Lobo Filho, da Faculdade de Medicina.

As candidaturas foram homologadas pela comissão eleitoral designada para conduzir o processo, presidida pelo professor Haroldo César Beltrão, da Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem (FFOE).

Compõem a comissão eleitoral, ainda, os professores Marisete Dantas de Aquino (vice-presidente), do Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental; Adryane Gorayeb Nogueira Caetano (1ª secretária), do Departamento de Geografia; e Ruy Ferreira Lima (2º secretário), da Casa de Cultura Francesa.

O processo de consulta à comunidade universitária é regido pela Portaria nº 01, de 3 de abril de 2019, aprovada pela comissão eleitoral. De acordo com o documento, a propaganda dos candidatos será permitida até 48 horas antes do início da realização da consulta, marcada para ocorrer no dia 8 de maio, em todas as unidades acadêmicas da UFC, em Fortaleza e no interior.

Estabelecidas pela mesma portaria, as regras da campanha indicam que está proibido, por exemplo: atos que provoquem animosidade entre a comunidade universitária; participação de pessoas ou instituições estranhas ao meio universitário; atos que perturbem o sossego público; iniciativas que caluniem, difamem ou injuriem qualquer pessoa; camisetas ou outra vestimenta com fotos ou nomes dos candidatos; distribuição de material impresso com foto do candidato, do tipo “santinho”.

As seções de votação serão constituídas até o dia 2 de maio. Para a realização da consulta será usado um sistema de processamento eletrônico de dados, desenvolvido na UFC especificamente para este fim, que já foi amplamente utilizado em consultas anteriores.

O voto é secreto e uninominal, ou seja, cada pessoa vota em apenas um nome (o do candidato a reitor de sua preferência). Para participar, estudantes e servidores docentes e técnico-administrativos devem apresentar documento oficial com foto. Os nomes dos candidatos figurarão no painel de votação, em ordem, da esquerda para a direita, definida previamente por sorteio.

Os votos possuem pesos diferenciados na apuração, de acordo com a Lei nº 9.192/95: 70% para o voto de professores, 15% para o de servidores técnico-administrativos e 15% para o de estudantes.

Após o término da consulta, a comissão eleitoral realiza a apuração dos votos. O resultado é encaminhado ao Conselho Universitário (Consuni) da UFC, que se reunirá no dia 20 de maio para elaborar a lista tríplice a ser encaminhada ao Ministério da Educação (MEC).

A votação dos conselheiros é secreta e uninominal, devendo a lista ser composta com os três primeiros nomes mais votados pelo colegiado em escrutínio único. Caberá ao presidente da República a nomeação do reitor da UFC para o mandato 2019-2023. Mais informações estão disponíveis na Resolução nº 01/Consuni, de 20 de março de 2019.

Redação O POVO Online