PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Três torres de energia são atacadas em novas ações criminosas na Região Metropolitana de Fortaleza

Ainda não há informações sobre a autoria ou a motivação dos crimes e nenhum suspeito foi detido

11:01 | 02/04/2019
Subestação de energia no bairro Pici foi um dos locais onde aconteceram ataques
Subestação de energia no bairro Pici foi um dos locais onde aconteceram ataques(Foto: Fabio Lima/Fabio Lima)

Atualizada em 2/4/2019 às 12h16min

Criminosos atacaram três torres de energia da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) em Fortaleza e na região metropolitana na noite desta segunda-feira, 1º. O primeiro caso foi registrado às 18h45min, quando suspeitos provocaram avarias contra uma torre em uma subestação na Rua Júlio Brígido, no bairro Pici, em Fortaleza.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os outros dois ataques aconteceram em Maracanaú e Pacatuba, na região metropolitana, por volta das 19h50min e 21h30min, respectivamente.

Segundo a Polícia Civil da Área Integrada de Segurança (AIS 12), pelo menos dois artefatos explosivos foram encontrados em Maracanaú, um deles estava detonado e o outro não. O Esquadrão Antibombas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi acionado e detonou o segundo artefato encontrado no local.

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) investiga os atos. Ainda não há informações sobre a autoria ou a motivação do crime e nenhum suspeito foi apreendido.

A Chesf também foi contatada e ainda há não informações sobre possíveis danos nas torres ou na rede elétrica administrada pela empresa.

Ataques no Ceará

Em janeiro deste ano, o Estado viveu uma onda ataques. No período, prédios públicos, viadutos, estradas, ônibus, agências bancárias, torres de telefonia e veículos particulares foram incendiados ou atingidos de alguma forma. Para combater os criminosos, o Governo do Estado acionou policiais militares da reserva e contou com o reforço da Força Nacional de Segurança.

As ações criminosas foram registradas em Fortaleza, Eusébio, Caucaia, Maracanaú, Pacatuba, Tianguá, Pindoretama, Canindé, Jaguaruana, Piquet Carneiro, Morrinhos, Aracoiaba, Baturité, Pacajus, Juazeiro do Norte e Massapê.

 Redação O POVO Online