PUBLICIDADE
Fortaleza
Instituto de Tecnologia de Massachusetts

Cearense é aprovado no MIT aos 18 anos

Orisvaldo Salviano sonha em ser um cientista desde o 8º ano e conquistou uma vaga Instituto Tecnológico de Massachusetts , melhor universidade do mundo

11:23 | 21/03/2019
Orisvaldo recebeu a carta de aceitação no dia 14 de março, que em inglês fica 3/14 (parece o Pi né?) esse é o dia internacional do Pi
Orisvaldo recebeu a carta de aceitação no dia 14 de março, que em inglês fica 3/14 (parece o Pi né?) esse é o dia internacional do Pi(Foto: Arquivo pessoal)

“Você se destaca como um dos alunos mais talentosos e promissores de um dos grupos de candidatos mais competitivos da história do instituto”. Foi com esse trecho da carta do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT sigla em inglês), que o cearense Orisvaldo Salviano Neto, de 18 idade, foi informado que havia sido aceito na melhor universidade do mundo, de acordo com o QS World University Ranking, que avalia 800 instituições de ensino. A carta foi enviada no último dia 14 de março, data que em inglês fica 3/14 (número do Pi) e, coincidentemente, é o Dia Internacional do Pi. 

Nascido em Fortaleza, mas com residência no município de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza, o jovem buscou em 11 universidades norte-americanas o sonho de iniciar sua carreira de cientista: MIT, Stanford, UChicago, Franklin & Marshall, Trinity College, Yale, Dartmouth College, Harvard, Colgate University, University of Rochester, Reed College.

Da lista e até o momento, apenas o MIT o aceitou, local que, de fato, gostaria de estudar. Para ingressar nessas universidades, explica Orisvaldo, o aluno precisa de um currículo extenso, participar dos testes padrões como SAT ou ACT, SAT Subjects, TOEFL, além de redações, atividades extracurriculares, prêmios e histórico escolar.

Com a aprovação no MIT, o sonho de ser um pesquisador está próximo de se realizar. No mês de agosto deste ano, Orisvaldo viajará para os EUA. “O Brasil não tem grandes oportunidades na área de pesquisa. Tem uma defasagem. "Desde o meu 8º ano que eu decidi ser um cientista e aqui não tem incentivo. Lá fora tem”, explica o motivo de ter iniciado essa carreira no campo científico.

Trajetória

Filho da servidora pública Mirelly Salviano e do engenheiro mecânico, Alexandre Salviano, Orisvaldo estudou no colégio Educandário Joaquim Domingos até o 4º ano, em Horizonte. Em seguida, cursou um ano no colégio Antares. No sexto ano, conseguiu uma bolsa no Colégio Militar de Fortaleza (CMF), permanecendo lá até o nono ano. Em seguida, por meio do programa Primeira Chance, o jovem conseguiu uma bolsa no Colégio Ari de Sá Cavalcante.

Segundo a mãe Mirelly, Orisvaldo sempre foi um menino batalhador. “Ele se preparou para conseguir vaga no Colégio Militar de Fortaleza (CMF), sendo esta uma de suas primeiras vitórias, mesmo com todas as dificuldades”, destaca a mãe. Sabendo da dificuldade e do nível para esse tipo de concurso, a mãe chegou a falar “ meu filho, é muito difícil. Mas se você quer, nós vamos tentar. Tentamos e ele passou de primeira”, conta rindo e orgulhosa.

Sua rotina ao ingressar no CMF era intensa, mas segundo a Mirelly, “nunca reclamou, mesmo sendo necessário sair de casa às 4h45 da manhã, pegar o ônibus de estudantes de Horizonte, ele nunca faltou”, destaca.

Medalhas Olímpicas 

O currículo de Orisvaldo é extenso, com cerca de 30 medalhas em olimpíadas acadêmicas, em destaque a Medalha de Bronze na 50ª Olimpíada Internacional de Química e Medalha de Ouro na XXIII Olimpíada Iberoamericana de Química, ambas em 2018. Além das medalhas de ouro na OBQ (2016, 2017 e 2018) dentre outras. Fora da área de química, Orisvaldo também agrega premiações em Robótica Teórica e Astronomia.

Para conseguir aplicar suas notas, o estudante teve ajuda e destaca isso, com gratidão. “Além do meu colégio e da minha família, tive ajuda do EducationUSA, no programa oportunidades acadêmicas, com orientação necessária e suporte financeiro para o processo de aplicação, além do Programa Primeira chance, o qual me permitiu ganhar uma bolsa no Colégio Ari de Sá Cavalcante”.

O próximo passo é preparar as malas e viajar. E, claro, aguardar o suporte financeiro. Segundo Orisvaldo, por ser uma universidade particular é impossível arcar com todos os custos. “Eles se comprometem a cumprir com 100% das necessidades financeiras apresentadas pelos alunos, caso o aluno seja classe renda baixa, e eu me encaixo neste critério”, destaca Orisvaldo.

Além de Orisvaldo Salviano, Pedro Sponchiado, Thomas Ross-White Bergamaschi e Vinícius Figueira Armelin, todos três alunos do colégio Etapa, em São Paulo, foram aceitos e completam a lista de 4 brasileiros que farão parte dos acadêmicos do MIT. 

Cearenses aprovados no MIT até hoje

Orisvaldo Salviano Neto - 18 anos - 2019

Thaís Macedo Bezerra Terceiro Jorge, cearense de 17 anos - 2009 (prima de Orisvaldo)

Dayanne Rolim, 17 anos, - 2017

Lara Araújo timbó, 18 anos - 2013

João Lucas Camelo Sá, de 17 anos - 2012

Confira a carta do MIT na íntegra:

Em nome do Comitê de Admissão, tenho o prazer de oferecer a você a admissão na Classe de 2023! Você se destacou como um dos alunos mais talentosos e promissores de um dos grupos de candidatos mais competitivos da história do instituto. Seu compromisso com a excelência pessoal e as metas baseadas em princípios convenceu de que você contribuirá para nossa distinta comunidade e prosperará em nosso ambiente acadêmico. Nós achamos que você e o MIT são uma ótima combinação.

Você tem até 1º de maio para nos informar se o MIT será a sua casa pelos próximos quatro anos. Até lá, esperamos construir um relacionamento com você e ajudá-lo a nos conhecer melhor. Temos o prazer de convidá-lo a se juntar a nós em Cambridge para o Campus Preview Weekend (CPW), de 11 a 14 de abril. O CPW é uma das formas mais divertidas e informativas de descobrir tudo o que o MIT tem a oferecer. Nas próximas semanas, entraremos em contato com mais detalhes.

A missão do MIT é educar os alunos em ciências, tecnologia e outras áreas de conhecimento, para melhor prepará-los para resolver os maiores desafios do mundo. Não se engane, o rigor aqui é real, assim como o entusiasmo da descoberta na sala de aula. As maneiras pelas quais os alunos colaboram e ajudam uns aos outros são muito variadas.

Espero que você concorde conosco que MIT é o lugar perfeito para preparar o seu futuro. Como membro da nossa comunidade, você se juntará a construtores, acadêmicos, empreendedores e humanitários. Juntos, farão uma verdadeira diferença em mundo que precisa desesperadamente de vocês.

Parabéns e bem-vindo ao MIT. Agora pare de ler isso e vá comemorar!

Atenciosamente

Glenna Cherice