PUBLICIDADE
Fortaleza
Investimento

66 mil famílias foram beneficiadas na terceira etapa do Projeto São José

Nova etapa do projeto terá investimento de R$ 600 milhões. Entrega de equipamentos ocorreu na manhã desta terça-feira, 19

15:45 | 19/03/2019
Equipamentos agrícolas foram entregues nesta terça-feira, Dia de São José (Foto: Mauri Melo/O POVO).
Equipamentos agrícolas foram entregues nesta terça-feira, Dia de São José (Foto: Mauri Melo/O POVO).

A terceira etapa do Projeto São José beneficiou 66 mil famílias no Ceará. A informação foi divulgada pelo Governo do Estado durante anúncio da nova etapa do projeto, orçada em R$ 600 milhões, na manhã desta terça-feira, 19. O evento contou com a presença do governador Camilo Santana, o secretário do Desenvolvimento Agrário, De Assis Diniz, e o presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto.

O Projeto São José III foi dividido em dois componentes. O primeiro, de inclusão econômica, rendeu 524 projetos e atendeu 20.870 famílias com investimento de R$ 131.829.602,75. A entrega foi de equipamentos para apicultura e agroindústria.

O segundo componente foi de abastecimento de água, nos municípios de Capistrano, Itapipoca e Ocara, com a distribuição de 263 sistemas que atenderam 45.130 famílias. Foram investidos R$ 140.485.763,89. Mais de 10 módulos sanitários domiciliares também foram entregues a cinco comunidades do município de Novo Oriente, contemplando mais de 41 mil moradores com R$ R$ 72.429.683,06 investidos.

Projeto São José IV

A quarta etapa do Projeto São José contará com R$ 600 milhões de recurso a partir de um acordo de empréstimo já aprovado pelo Banco Mundial. Serão desenvolvidas ações voltadas à inclusão produtiva, assistência técnica e sistemas de abastecimento de água. 

Na solenidade, o governador já entregou itens referentes a esta nova etapa a representantes de associações comunitárias e cooperativas. Foram entregues cartas de crédito, ordens de serviço (implantação de sistemas de abastecimento, cisternas de primeira água para consumo humano e reúso d'água de cinzas domiciliares) e liberados recursos do Projeto Paulo Freire, com investimento de R$ 10.188.192,09.

Além disso, 15 entidades receberam 12 tratores e implementos agrícolas e três caminhões-caixão. E foram entregues também três chaves de casas de mel e equipamentos para casas de farinha e para agroindústrias de beneficiamento da castanha do caju.

Com informações da repórter Ana Rute Ramires

Redação O POVO