PUBLICIDADE
Fortaleza
FERIADO

Entenda por que São José é o padroeiro do Ceará

Desde que o papa Gregório XV realizou decreto em 1621, a data de 19 de março se tornou Dia de São José. De acordo a religião cristã, São José é carpinteiro, pai de Jesus Cristo e marido de Maria.

23:13 | 18/03/2019
(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Desde que o papa Gregório XV realizou decreto em 1621, a data de 19 de março se tornou dia santo, mais especificamente, Dia de São José, para a Igreja Católica. Para além disso, por São José ser considerado o padroeiro do Ceará, a data se tornou desde 2003 feriado municipal em Fortaleza e em outros territórios do Estado. O feriado na Capital é estabelecido pela lei 8.796, de 9 de dezembro de 2003.

Outras cidades como Aracati, Aquiraz, Caucaia, Crateús, Iguatu, Limoeiro do Norte, Maracanaú, Pacajus, Quixadá e Sobral também comemoram o feriado. Em outros locais, apesar de não haver amparo pela lei, é feriado pela tradição da cidade.

De acordo com a religião cristã, São José é carpinteiro, pai de Jesus Cristo e marido de Maria. Devido ao trabalho como carpinteiro, é considerado padroeiro dos trabalhadores. Além disso, por ser o patriarca da Família Sagrada, é também padroeiro das famílias.

A escolha para São José como padroeiro do Ceará se deu por ele ser padroeiro da primeira capital do Estado: Aquiraz. As primeiras embarcações que chegaram na época colonial traziam a imagem dele. A partir disso o Santo ficou conhecido como padroeiro da cidade, e em seguida, do Estado. Além disso, também deu nome à primeira vila no território cearense, em arraial do Iguape, onde hoje fica Aquiraz.

São José, para além de padroeiro dos trabalhadores e da família, é protetor das viúvas e das vocações. Embora alguns acreditem que o santo traga chuva, para a Igreja não há uma relação direta sobre isso. A crença é alimentada por o feriado coincidir com a estação chuvosa no Ceará.

Redação O POVO Online