PUBLICIDADE
Fortaleza
PODCAST

Prisão dos suspeitos de assassinarem Marielle Franco é tema do "Recorte" desta terça-feira, 12

As apresentadoras Maísa Vasconcelos e Eduarda Talicy, do O POVO, recebem a editora de política Lucinthya Gomes e a repórter de política Luana Barros

18:57 | 12/03/2019

A dois dias de completar um ano do assassinato de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro pelo Psol, e do motorista Anderson Gomes, dois suspeitos do crime foram presos na madrugada de hoje, 12 de março. Os acusados são o policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz.

Ronnie Lessa é acusado de ser autor dos 13 disparos efetuados contra o veículo que levava Marielle e Anderson, e Élcio Vieira de Queiroz, de ter dirigido o carro modelo Cobalt utilizado na fuga dos suspeitos. Na denúncia contra os suspeitos, as promotoras Simone Sibilio e Leticia Emile afirmaram que “é inconteste que Marielle Francisco da Silva foi sumariamente executada em razão da atuação política na defesa das causas que defendia. a barbárie praticada na noite de 14 de março de 2018 foi um golpe ao estado democrático de direito”.

Listen to "Recorte" on Spreaker.

A Operação Lume — em referência à praça conhecida como Buraco do Lume, onde Marielle desenvolvia o projeto Lume Feminista — foi realizada em conjunto pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, e pela Delegacia de Homicídios da Polícia Civil da capital fluminense.

Para falar sobre o caso, participam do 30º episódio do Recorte a editora de política Lucinthya Gomes e a repórter de política Luana Barros. O projeto foi lançado no dia 25 de janeiro para discutir os principais fatos do dia, sempre com análise dos jornalistas do O POVO e entrevistas com personalidades e especialistas.

Disponível em outras plataformas RSS feed

Assine o podcast no iTunes (e avalia a gente)

Segue a gente no Spotify

Segue a gente no Deezer

Redação O POVO Online