PUBLICIDADE
Fortaleza
Quadra chuvosa

Madrugada de chuvas no sábado; Defesa Civil afirma que não houve registro grave

Foram registradas chuvas em 57 municípios. Em Fortaleza, a chuva se estendeu por quase 12 horas na madrugada do sábado

18:59 | 09/03/2019
FORTALEZA, CE, BRASIL, 09.03.2019: Trecho alagado na Rua Capitão Olavo, Aeroilandia. Manhã de chuva.  (Fotos: Fábio Lima/O POVO)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 09.03.2019: Trecho alagado na Rua Capitão Olavo, Aeroilandia. Manhã de chuva. (Fotos: Fábio Lima/O POVO)

Foram registradas chuvas em 57 municípios entre as 7 horas da manhã de sexta-feira, 8, e o mesmo horário de sábado, 9, conforme o Calendário de Chuvas da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Em Fortaleza, a chuva que se iniciou por volta das 22 horas da sexta se estendeu por quase 12 horas ininterruptamente em diversos pontos da cidade. No entanto, segundo a Defesa Civil de Fortaleza, não houve registro de nenhuma ocorrência grave nesse ínterim.

A maior chuva registrada na Capital, no posto pluviométrico da Água Fria, foi a terceira maior do Estado, com 51,2 milímetros (mm). Em Fortaleza, os postos do Pici (44,8 mm), Messejana (39,6 mm) e Castelão (33 mm) também registraram chuvas. Itaiçaba e Aquiraz encabeçaram a lista de maiores precipitações no Estado, com 57,5 mm e 57 mm, respectivamente. De acordo com a Funceme, a previsão para hoje é de nebulosidade variável com chuvas isoladas na faixa litorânea e no sul do estado. Nas demais regiões, há possibilidade de chuva.

Após a maior chuva deste ano, registrada entre os dias 23 e 24, famílias do Jangurussu e do Conjunto Palmeiras ficaram desalojadas. Cerca de 50 famílias foram abrigadas em dois prédios da Prefeitura até o dia 1º de março. Um projeto de lei já aprovado pela Câmara de Vereadores de Fortaleza e sancionado pelo prefeito Roberto Cláudio, prevê o auxílio de até R$1 mil para famílias que tiveram a residência alagada com as chuvas do dia 21 ao 24 e se cadastraram junto à coordenadoria.

Conforme a assessoria da Coordenadoria Especial de Articulação das Secretarias Regionais (Coareg), responsável pelo Comitê da Quadra Chuvosa, a Defesa Civil realizará visitas para verificar os danos provocados pelas chuvas nas casas das famílias que foram desalojadas. Decreto para regulamentação do pagamento deve ser lançado nesta semana. “Até a próxima sexta-feira, 15, será iniciado o pagamento do auxílio financeiro. E até o fim do mês todos os auxílios serão pagos. Serão realizados gradativamente, de acordo com as visitas”, informou a assessoria.

ANA RUTE RAMIRES