PUBLICIDADE
Notícias
Segurança

Moro autoriza presença da força-tarefa penitenciária por mais 45 dias no Ceará

Após solicitação do governador Camilo Santana (PT), o ex-juiz federal decidiu garantir o reforço nas atividades e serviços de guarda, vigilância e custódia de presos

10:53 | 07/03/2019
Detentos realizam limpeza em presídio cearense com escolta de agentes federais (WhatsApp/ O POVO)
Detentos realizam limpeza em presídio cearense com escolta de agentes federais (WhatsApp/ O POVO)

Agentes da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FITP) permanecerão no Ceará por mais 45 dias por determinação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. A informação foi publicada nesta quinta-feira, 7, no Diário Oficial da União.

O prazo de trabalho dos servidores no Estado expirou no último dia 27. Contudo, após solicitação do governador Camilo Santana (PT), o ex-juiz federal decidiu garantir o reforço nas atividades e serviços de guarda, vigilância e custódia de presos.

“O número de profissionais a ser disponibilizado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública obedecerá ao planejamento definido pelos entes envolvidos na operação”, define a publicação.

Toda operação tem apoio logístico e supervisão dos órgãos de administração penitenciária e segurança pública do Estado.

Reforço

O reforço chegou ao Ceará após série de ataques registrados no início do ano. Prédios públicos e privados, veículos particulares e transportes públicos coletivos foram atacados durante 26 dias consecutivos.

Redação O POVO Online