PUBLICIDADE
Notícias
CRIME

Pai se passa por filho em troca de mensagens e espanca militar que fez abordagem pedófila

O militar foi levado à sede da Perícia Forense para realização de um exame de corpo de delito

16:37 | 19/02/2019

Um militar da reserva remunerada, suspeito de pedofilia, foi espancado pelo pai da criança após comparecer a encontro na casa do menino. O caso foi registrado nesta terça-feira, 19, em Fortaleza.

O POVO Online apurou com fonte ligada à família que o homem conversava com o menino, de 12 anos, por meio de redes sociais desde o último fim de semana. Após pedir o número de WhatsApp da criança, o homem chegou a enviar imagens de pedofilia para o garoto com objetivo de tentar convencê-lo de que a ação pornográfica do vídeo era comum.

O garoto já havia sido orientado pelos pais sobre como agir diante desse tipo de abordagem. A criança mostrou a conversa ao pai, que começou a conversar com o militar se passando pelo filho. O pai marcou encontro e disse que estaria sozinho em casa. Quando o homem chegou, foi surpreendido pelo pai da criança e espancado.

O caso foi encaminhado à Delegacia de Combate a Exploração da Criança e do Adolescente. O homem foi levado à sede da Perícia Forense para realização de um exame de corpo de delito.

Redação O POVO Online