PUBLICIDADE
Notícias
Combustível

OAB-CE investiga se há abuso no aumento do preço da gasolina em Fortaleza

Pesquisa realizada pelo O POVO mostrou variação nos preços da gasolina entre R$ 4,25 e R$ 4,59. Até a semana passada, alguns estabelecimentos comercializavam por até R$ 3,99

21:48 | 26/02/2019
Posto na Alberto Craveiro cobra R$ 4,62 no cartão de crédito. (Foto: Tatiana Fortes/O POVO)
Posto na Alberto Craveiro cobra R$ 4,62 no cartão de crédito. (Foto: Tatiana Fortes/O POVO)

A Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE) investiga se há abuso no aumento do preço da gasolina em Fortaleza. Nessa segunda-feira, 25, os postos de combustível registraram crescimento de até 15%. Pesquisa realizada pelo O POVO mostrou variação nos preços entre R$ 4,25 e R$ 4,59. Até a semana passada, alguns estabelecimentos comercializavam por até R$ 3,99.

"O aumento tão substancial, de forma uniforme em determinado dia, realmente chama muita atenção a possibilidade de um crescimento abusivo", disse Thiago Fujita, presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB-CE, durante entrevista ao programa O POVO no Rádio, da O POVO/CBN.

Ele ressaltou que ainda não é possível afirmar se os estabelecimentos estão realizando combinação de preços. "É muito importante ouvir todas as partes envolvidas nessa questão", destacou o advogado, acrescentando que a Comissão de Concorrência da OAB-CE também está envolvida na ação.

"Vamos verificar o que está ocorrendo tendo em vista que chama a atenção, realmente, chegar a aumentar R$ 0,70 o combustível. Me parece que na refinaria não houve aumento correspondente neste período de fevereiro", disse Thiago Fujita, acrescentando que os órgãos envolvidos vão apurar a situação e verificar se há alguma medida a ser tomada para coibir um possível abuso.

Conforme o sistema de de Levantamento de Preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço mínimo de R$ 3,939 era observado na Capital, até a última sexta-feira, 23, e o máximo era R$ 4,199.

O gerente do posto F Lima Cristóvão, com bandeira da Petrobras, que fica no Km três da BR-116, disse à rádio O POVO/CBN que o aumento responde a uma “disputa de mercado” entre os estabelecimentos, acrescentando que os donos de postos estavam segurando esse acréscimo e agora decidiram cobrar mais.

O valor mais em conta encontrado pela reportagem foi de R$ 4,25, no Multi Posto, no bairro Serrinha. A gerente do estabelecimento disse que consegue "barganhar" um preço menor, porque a instituição não é bandeirada.

O taxista Paulo Batista contou que foi "pego de surpresa" pelo aumento. O motorista relatou que diariamente gastava cerca de R$ 70 com combustível e passou a desembolsar aproximadamente R$ 85.

Confira os preços da gasolina pesquisados pela Rádio O POVO/CBN

Posto Shell - avenida Aguanambi - R$ 4,59

Posto Ipiranga - BR-116 Km 2 - R$ 4,59

Posto BR - avenida Alberto Craveiro - R$ 4,57

Posto Shell - BR-116 km 4 - R$4,57

Posto Ipiranga - Alberto Craveiro - R$ 4,57

SP Combustíveis - Alberto Craveiro - R$4,51

Multi Posto - Serrinha - R$ 4,25

Com informações da repórter Rose Serafim e da rádio O POVO/CBN

Redação O POVO Online