PUBLICIDADE
Notícias

Sobe para 277 o número de pessoas detidas por ataques no Ceará, segundo Camilo

Policiais de três estados do Nordeste foram enviados ao Estado para trabalhar contra os ataques

09:09 | 10/01/2019
NULL
NULL
[FOTO1] 
O governador Camilo Santana (PT) publicou na manhã desta quinta-feira, 10, atualização sobre o número de detidos pelos ataques no Ceará. Já são 277 pessoas presas ou apreendidas por participação nos atos criminosos em diversos municípios do Estado desde quarta-feira, 2.

Militares de Pernambuco, Bahia e Piauí estão no Ceará para ajudar as forças de segurança locais no combate aos crimes orquestrados por facções criminosas há nove dias. O Estado também conta com a participação de mais de 400 homens da Força Nacional, cedidos pelo Governo Federal para a operação contra os ataques. 

[SAIBAMAIS]Até a noite de quarta-feira, 9, foram contabilizados pelo menos 160 ataques em todo o Estado. Já na madrugada desta quinta-feira, uma explosão no metrô da Parangaba foi escutada em diversos bairros da Capital. A estrutura do meio de transporte não foi afetada e ele funciona normalmente.

Camilo afirma que uma das prioridade do Governo é a “retomada normal de todos os serviços”. Desde o início da onda de violência, a disponibilidade de ônibus, coleta de lixo e outros serviços foi prejudicada. Em Fortaleza, conjunto de ações foi anunciado pelo prefeito Roberto Cláudio como tentativa de normalizar a assistência à população. 
 
[VIDEO1] 
 
10/1/2019
 
 
 
  
 
  
 
Redação O POVO Online 
TAGS