PUBLICIDADE
Notícias

Polícia é acionada para recolher bomba colocada em viaduto de Fortaleza

O esquadrão antibombas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) esteve no local

01:37 | 04/01/2019
NULL
NULL

Atualizada às 2h35min

[FOTO1]

O esquadrão antibombas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi acionado na madrugada desta sexta-feira, 4, para recolher uma bomba deixada no viaduto da Washington Soares localizado perto da fábrica da Ypióca. A Polícia Militar (PM) isolou a área e fechou para o trânsito. Uma onda de ataques toma conta de Fortaleza e Região Metropolitana desde a noite dessa quarta, 2. 

 

[VIDEO1]  

 

Na madrugada dessa quinta, no viaduto do km 406 da BR-020, em Caucaia (Grande Fortaleza), os criminosos tentaram derrubar o equipamento usando dinamite. A explosão gerou um estrondo ouvido a quilômetros do local e provocou a interdição do viaduto.

 

Nas proximidades, foi deixada uma carta com o que seriam exigências do crime organizado para cessar os ataques. Com data de 23 de dezembro de 2018, a mensagem afirmava que retaliações seriam feitas pela intenção do governador Camilo Santana (PT) de trazer a Força de Intervenção Penitenciária Integrada (Fipi) ao Estado. "E isso nós não iremos aceitar". O secretário da Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque, foi o criador do grupamento. Camilo havia anunciado Albuquerque como secretário no mesmo dia. 

 

Redação O POVO Online com informações de Demitri Túlio e Walber Freitas 

 

 

 

 

TAGS