PUBLICIDADE
Fortaleza
ALVO DE INCÊNDIO

Concessionária atacada apura prejuízos e continua funcionando nesta sexta-feira e no sábado

Segundo diretor da concessionária de veículos da Renault incendiada na noite de quinta-feira, 3, a loja apura prejuízos na tarde desta sexta-feira, 4. O atendimento permanece normal

16:10 | 04/01/2019
Carros incendiados em Concessionária
Cerca de seis carros foram incendiados em ação criminosa na noite da última quinta-feira, 3 na Concessionária de veículos Renault. (Foto: Luana Barros/O POVO)
O diretor da concessionária de veículos atacada na noite dessa quinta-feira, 3, informa que os prejuízos estão sendo contabilizados. A loja que comercializa veículos da Renault foi alvo por volta das 18h20min da quinta durante a onda de ataques em diversos pontos do Ceará. Conforme informa o diretor, Alexandre Leão, o atendimento continua normal nesta sexta, 4, e no sábado, 5.
 
No momento do crime, havia consultores no local, conforme apurou O POVO Online. Foram levados pertences desses funcionários, como relógios, celulares e alianças. Logo depois do assalto, os criminosos atearam fogo nos carros. Cerca de seis veículos de clientes, em serviço na oficina da concessionária, pegaram fogo.
 
“Não foi nenhum carro zero. E os carros foram incendiados na parte da oficina, que fica colado do showroom (o salão interno). Ele ficou interditado, sem condições de uso”, é o que relata Alexandre sobre a apuração inicial dos prejuízos. “Quando se trata de incêndio, a gente olha e descobre muito mais coisa por trás. Para se ter ideia, a instalação elétrica toda derreteu”, detalha. 
 
Concessionária com veículos
Mesmo com a apuração dos prejuízos do incêndio, a Concessionária continua com o funcionamento desta sexta-feira, 4, e do próximo sábado, 5. (Foto: Luana Barros/O POVO)
Mesmo com os prejuízos ocasionados pelo incêndio, a concessionária funciona normalmente nesta sexta e abrirá neste sábado. “Só não tiveram o mesmo conforto que a gente sempre dá. Mas os clientes foram bem compreensivos conosco na situação”, diz. De acordo com o diretor, a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) esteve no local nesta sexta e foi solicitado um inquérito policial para investigação do caso.  
Com informações da repórter Luana Barros

LARISSA CARVALHO