PUBLICIDADE
Fortaleza
SEGURANÇA PÚBLICA

45 pessoas foram presas pelos ataques no Ceará, confirma Camilo Santana

Moro autorizou envio de 300 homens da Força Nacional para reforçar o contingente de agentes de segurança do Estado

11:04 | 04/01/2019
Atualizada às 11h25min 
 
(Foto: SSPDS Divulgação)
 
Por meio de pronunciamento postado em sua página no Facebook, o governador Camilo Santana (PT) informou que 45 pessoas foram presas por envolvimento nos incêndios, explosões e ataques registrados no Ceará desde quarta-feira, 2. Camilo afirma que, além das forças de segurança do Estado, órgãos federais passarão a compor a operação de contenção dos atos criminosos.
 
Nesta sexta-feira, 4, foi autorizado o envio de 300 homens e 30 viaturas da Força Nacional por Sergio Moro para o Ceará. Os agentes devem atuar a partir desta sexta-feira junto aos órgãos de segurança do Ceará por 30 dias, podendo o prazo ser prorrogado dependendo da situação dos atos criminosos no Estado. As informações foram repassadas por nota pelo ministério.  

Polícia Federal, Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Polícia Rodoviária Federal estão participando da ampliação do gabinete de situação da crise, conforme Camilo. O governador afirma que está em contato com o ministro Sergio Moro. Outro ministro contatado por Camilo foi o general Fernando Azevedo, da Defesa. “O momento é de união de todas as forças para garantia da ordem e proteção de todos os irmãos e irmãs cearenses”, afirma no texto.
 
*Anteriormente, o texto do governador Camilo Santana contava com 40 prisões, mas foi atualizado para 45 após a postagem desta matéria.
 
 
 

 
Redação O POVO Online