PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Estudantes de Arquitetura arrecadam dinheiro para reformar cozinha de moradora da Serrinha

Financiamento coletivo encerra em 20 de dezembro, depois doações devem ser feitas apenas por transferência bancária

19:56 | 18/12/2018
Parte interna da cozinha de Helena
Parte interna da cozinha de Helena (Foto: )
[FOTO1] 
Três estudantes de Arquitetura e um recém-formado organizam campanha de financiamento coletivo para realizar reforma no lar de Inês Helena, 50 anos, moradora do bairro Serrinha, em Fortaleza. A ação é realizada pelo programa Corredores Digitais. A doação pode ser feita a partir de R$ 10 por meio da plataforma de crowdfunding Catarse ou por transferência bancária. A mobilização segue até 20 de dezembro. 

A campanha integra projeto de jovens vinculados ao Programa Corredores Digitais, equipamento do Governo do Estado do Ceará que orienta negócios em fase pré-operacional. Como atividade obrigatória da segunda etapa do Programa, foi pedido aos participantes que elaborassem uma campanha de crowdfunding relacionada à área de atuação de seus negócios. Na ocasião, a RemodeLar, startup de reformas assistida pelo Programa, resolveu beneficiar Helena, promovendo reforma na cozinha da residência da mulher. 
[FOTO2]
“A cozinha da Dona Inês apresenta muitas patologias estruturais. Para ela, é um lugar muito especial, a parte mais importante da casa, porque se relaciona diretamente com a profissão que tem, de onde tira o sustento. E agora, mais do que nunca, ela precisa dessa ajuda. A reforma não representa apenas uma atividade esvaziada, mas significa dar mais dignidade e qualidade de vida para a Dona Inês”, diz Renato Oliveira, arquiteto da equipe.
[SAIBAMAIS]
A renda familiar apertada, provinda de seu trabalho como cozinheira, somada às complicações com a saúde do marido, acumulador compulsivo e usuário abusivo de álcool, distanciam Helena do sonho de reformar o cômodo. Justamente para se dedicar à saúde do marido, a chefe da família passará a trabalhar meio expediente, recebendo apenas meio salário.

A doação para ajudar Dona Inês a reformar sua cozinha pode ser feita a partir de R$ 10,00 por meio da plataforma de crowdfunding Catarse ou por transferência bancária (Banco Inter, conta 1695255-3,  agência 0001-9; Titular: Vitor Mourão Barroso). O orçamento detalhado dos gastos para a reforma pode ser acessado neste link. O grupo também aceita doações de materiais de construção.
[VIDEO1]
A reforma
A previsão é que a reforma inicie tão logo a meta da campanha seja atingida. O espaço, atualmente, conta com problemas construtivos e de acabamento, além de conter vários objetos que poderiam ser descartados, mas que permanecem no local devido ao marido, que é acumulador compulsivo. 

A equipe de arquitetos propôs medidas de transformação do espaço detalhadas em projeto arquitetônico, como a demolição de partes das alvenarias e revestimentos da cozinha, a recuperação estrutural do cômodo, a aplicação de novas alvenarias, esquadrias e telhas, acabamentos para paredes, teto e piso e, por fim, a aplicação de louças, metais e iluminação. 

Quando concluída, o cômodo deve se assemelhar à imagem abaixo. A ideia é que, após realizada a reforma, a equipe produza um documentário curto sobre a problemática da autoconstrução no Brasil, onde será apresentada a nova situação da cozinha de Dona Inês.
[FOTO3]
Serviço
Quando: doações no Catarse até o dia 20 de dezembro
Onde: por meio do link bit.ly/2zvhLis
Depósito no Banco Inter (Conta: 1695255-3; Agência: 0001-9; Titular: Vitor Mourão Barroso) 
 
Redação O POVO Online 
TAGS