PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Ex-funcionário da Pirelli diz saber o que são as "caixas misteriosas" que aparecem em praias

Carlos Magela diz que materiais seriam fardos de borracha para fazer pneus. Ele relata que trabalhou na sede da empresa em São Paulo, onde recebia objetos parecidos com os que foram encontrados no litoral nordestino nos últimos dias

Wanderson Trindade
16:30 | 19/11/2018
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]Ex-funcionário da empresa de pneus Pirelli diz saber o que são as caixas que misteriosamente são encontradas no litoral do Nordeste.  Carlos Magela disse ao O POVO Online que os objetos são semelhantes aos que viu quando trabalhava na sede da empresa italiana em São Paulo. "Pelos relatos que li, parecem com fardos de borracha vindos da Malásia, para fazer pneus", informou.
  
Atualmente Magela mora em Aquiraz, mas ele informou que trabalhava no recebimento do material que geralmente chegava do país asiático. "Chegavam na empresa com o carimbo da Malásia". Acrescenta que, quando viu foto do objeto cortado, achou parecido com o que ele tinha contato na empresa.
  
[FOTO2] 
 
"Eu vi que parecia um sebo de borracha. Aparentemente é mesma com o que nós recebíamos na empresa. Os fardos eram carregados em empilhadeiras, cortados em guilhotina e depois derretidos para fazer pneus", contou.
[SAIBAMAIS]
Mais cedo, O POVO Online conversou com o empresário Cláudio Vignoli, que encontrou uma dessas caixas em Amontada, no Litoral Oeste do Ceará. Na ocasião, ele relatou que o objeto tinha cheiro de carne de charque e que, provavelmente, seria um produto comestível.
  
Para Carlos Magela, os fardos recebidos na empresa em que trabalhava tinham os mesmos aspectos, inclusive o “cheio defumado”.
  
Procurada pelo O POVO Online nesta segunda-feira, 19, a Polícia Federal ainda não se pronunciou sobre a possível origem dos objetos encontrados.
TAGS