Com inauguração marcada, Centro de Inteligência em Fortaleza será vinculado a MoroNotícias de Fortaleza
PUBLICIDADE
Notícias


Com inauguração marcada, Centro de Inteligência em Fortaleza será vinculado a Moro

De acordo com Camilo Santana, Centro Integrado de Inteligência do Nordeste, instalado no Ceará, servirá de modelo para outros cinco centros de segurança que devem operar no País

13:50 | 01/11/2018
Camilo Santana e representantes das forças de segurança do Ceará
Camilo Santana e representantes das forças de segurança do Ceará
[FOTO1]Com inauguração marcada para 8 de dezembro, o Centro Integrado de Inteligência e Controle para o Combate ao Crime Organizado no Nordeste, sediado em Fortaleza, será ligado ao superministério de Sérgio Moro. O órgão é hoje tocado pelo Ministério da Segurança Pública, que será fundido com a Justiça para dar origem à pasta que será comandada pelo juiz.

A data de entrega foi confirmada pelo governador do Estado do Ceará, Camilo Santana (PT), nesta quinta-feira, 1°. Na quarta-feira, Camilo e o titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, se reuniram com Raul Jungmann, ministro da Segurança Pública, em Brasília. Segundo Camilo, cinco centros de segurança devem operar no País. O Centro de Inteligência funcionará no Palácio Iracema, próximo ao Iguatemi, que foi sede do Governo do Estado nas administrações de Lúcio Alcântara e Cid Gomes.

De acordo com Camilo Santana, neste mês, representantes de todos os estados do Nordeste desembarcam no Ceará, assim como equipes do Ministério da Justiça, e da Secretaria Nacional de Segurança Pública. O efetivo deve integrar o corpo técnico de profissionais que vai trabalhar no primeiro Centro Integrado de Inteligência do Nordeste. De acordo com a SSPDS, o  treinamento destes profissionais deve ocorre no fim de novembro, com duas a três semanas de duração.  
[SAIBAMAIS]
Camilo afirmou ainda que o Sistema  de Inteligência, implantado no Ceará, servirá como exemplo para outros iniciativas que devem ser executadas no Brasil. Segundo o governador, serão cinco Centros Regionais de Inteligência espalhados pelo País. “O primeiro está sendo instalado e servirá como modelo . Eu acredito que será importante como ferramenta, para que o governo possar enxergar como um dos caminhos importantes para integrar todo o sistema de segurança pública brasileira”. 

"O Sistema Único de Segurança Pública foi muito debatido. Há uma necessidade clara que esse sistema funcione integrado. O nordeste parte na frente com esse centro, e eu acho que servirá de exemplo para esse novo Governo que se instalará a partir de janeiro de 2019", projeta Camilo.
TAGS