PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

DCE da Unifor denuncia caso de racismo dentro da universidade

Conforme integrante do diretório, a vítima recebeu gritos de "Esse lugar não é para gente como você" de homens na entrada do campus. Caso já foi levado à delegacia

11:22 | 17/10/2018
A Universidade de Fortaleza (Unifor) teve um caso de racismo dentro do campus na última quinta-feira, 11, conforme denunciado pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) da instituição. Em nota publicada no Facebook na terça-feira, 16, o diretório repudiou o episódio e chamou atenção sobre a prática ser crime pela legislação brasileira. 

[SAIBAMAIS]Uma integrante do diretório entrevistada pelo O POVO Online relatou que a vítima - que preferiu não dar entrevista por já ter recebido ameaças em redes sociais - chegou ao DCE “bem desesperada” após receber gritos de “você não merece estar aqui”, “esse lugar não é para gente como você” e “sua negra! Não quero conviver com pessoas do seu tipo aqui na universidade”. Segundo o relato, a aluna estava entrando na universidade e foi abordada por rapazes que estavam próximos ao Núcleo de Atenção Médica Integrada (Nami).

Conforme a integrante do DCE, foi orientado que a vítima fizesse um Boletim de Ocorrência relatando o caso, o que ela fez acompanhada da família. Não foram informadas ao DCE as características dos agressores nem quantos eram. E ainda não se sabe se eles são ou não alunos da universidade. A estudante disse que a Unifor está apoiando tanto a vítima quanto o DCE desde que o caso foi informado.

[VIDEO1]
 
Em nota, a Unifor disse que, caso fique comprovado o racismo, a instituição "adotará o rigor da lei". "Racismo é crime. A Universidade de Fortaleza repudia qualquer atitude de natureza racista", ressaltou.
 
Redação O POVO Online 
TAGS