PUBLICIDADE
Fortaleza
DIA DA CRIANÇA

Crianças do Iprede brincam e aprendem a montar pratos no restaurante Engenho Dedé

O intuito da ação era ensinar os pequenos sobre alimentação saudável. Após a aula, as crianças receberam guloseimas e puderam brincar

14:42 | 10/10/2018
(Foto: Fábio Lima/ O POVO)
As mães e as crianças do Instituto da Primeira Infância (Iprede) chegaram tímidos ao restaurante Engenho Dedé. Até relutaram ao entrar no Shopping Iguatemi. Muitos nunca haviam visitado o centro comercial. Os filhos tomaram seus lugares na mesa posta aos poucos e as mães ficaram em pé, logo ao lado, felizes por estarem ali. O objetivo do encontro, na manhã desta quarta-feira, 10, era mostrar aos pequenos a importância da alimentação saudável.
 
Eles aprenderam a montar um dos pratos - que no cardápio do restaurante custa R$ 27,90 - moldando o arroz com a ajuda de um aro e posicionando frango e salada na forma de uma galinha.

O chef do restaurante, Felipe Duarte, responsável pela aula, disse que, a atividade buscou fazer com que as crianças gostem mais de comidas saudáveis e os pais entendam a importância de não focar apenas em alimentos industrializados. “A gente acolheu essas crianças para ensinar porque é importante um alface, uma cenoura, porque é importante alimentar nossos filhos com produtos orgânicos”, disse. Logo após a aula, as crianças receberam balas, pirulitos, pipoca e bolo e puderam brincar na brinquedoteca disponível no espaço. 

(Foto: Fábio Lima/ O POVO)
A dona de casa Natália dos Santos, 29, conta que a proposta de ir ao evento chegou quando ela levava os três filhos, Cauê, 10, Mateus, 8, e Levi, 5, para um atendimento no Iprede. A experiência de ir pela primeira vez ao shopping alegrou a família. “Eles estão felizes demais. É importante que eles aprendam”, contou. 

A agricultora Jaqueline Lopes, 33, também estava feliz por levar a pequena Rafaela, 6, ao Iguatemi pela segunda vez. Ela relata que não costumava colocar as verduras na alimentação diária da filha, mas que pretende mudar essa situação. “Eu gostei da comida, tá gostoso”, compartilhou Rafaela enquanto brincava com a comida no prato.

(Foto: Fábio Lima/ O POVO)
Para a diretora-secretária do Iprede, Joana Clemente, a atividade foi uma forma de fazer com que as crianças se sintam especiais. “A gente sabe a barreira que é entrar no shopping, essa não é a realidade em que elas estão inseridas”, considerou. “Eu acho que você tem que ter o sentimento até de pertencimento, ‘eu mereço estar neste local’. O que está sendo trazido é a importância que cada uma dessa criança tem para nós e para o Engenho Dedé”, afirmou.

“A gente fez uma aula show para mostrar nossos pratos infantis para os clientes”, comenta o sócio-operador do restaurante, Daniel Morais. Segundo ele, a empresa procurava uma instituição para poder realizar a ação, mas teve problemas para encontrar alguma que tivesse possibilidade de transportar as crianças até o local. “Eles tão gostando”, comemorou, no fim da programação. 
 
Redação O POVO Online