PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Frotinha da Messejana voltará a funcionar "100%" nesta sexta-feira, garante prefeito

Após curto-circuito, unidade de saúde está com parte do atendimento comprometido desde sábado, 22

12:54 | 27/09/2018
NULL (Foto: )
NULL (Foto: )
[FOTO1] 
Após quase uma semana com atendimento comprometido, o Hospital Distrital Edmilson Barros de Oliveira, o Frotinha da Messejana, voltará a funcionar integralmente nesta sexta-feira, 28. Quem garante é o prefeito Roberto Cláudio (PDT). Desde sábado, 22, a unidade de saúde sofre as consequências de um curto-circuito na rede elétrica. 

Segundo o chefe do Executivo municipal, a falha elétrica aconteceu por sobrecarga na corrente. “O hospital tem mais de 40 anos e, ao longo desse tempo, sofreu intervenções. Isso aconteceu acumulando ligações precárias, que foram gerando sobrecarga e aconteceu o que aconteceu”, justificou. 
[SAIBAMAIS]
Ao longo dos seis dias de atividades afetadas pelo problema, equipe da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) continua prestando atendimento a pacientes internados. Os que estavam conectados a aparelhos elétricos foram transferidos para outros hospitais do Município. Ainda segundo o prefeito, o principal setor afetado foi o de emergência. 

“Tivemos de limitar o funcionamento da emergência porque ela demanda vários setores. Tomamos a decisão de que, enquanto consertamos, os pacientes são acolhidos, recebem o primeiro atendimento e são transferidos para hospitais que possam dar melhor apoio”, disse. 

Na última quarta-feira, 26, equipe do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) visitou a unidade e recomendou à Prefeitura que o problema seja resolvido em até 48 horas. Roberto Cláudio pretende cumprir o prazo. De acordo com ele, equipes da Enel Distribuição Ceará e técnicos do Município estão trabalhando para reestabelecer o abastecimento elétrico em todos os setores da unidade. 

“Nossa expectativa é de que ao longo desta quinta-feira os consertos sejam feitos e durante o dia de amanhã a emergência já esteja funcionando. Hoje queremos ligar e testar todos os serviços (necessário para o setor funcionar)”, afirmou. 

Obras

O prefeito disse ainda que há obras previstas para a unidade. Segundo ele, o hospital já teve ampliação de leitos e reformas na área administrativa. O plano é ampliar o setor de emergência, o centro cirúrgico e refazer a rede elétrica até o fim do ano. “Infelizmente, antes das obras serem iniciadas aconteceu isso”, lamentou.
 
Com informações da repórter Angélica Feitosa 

TAGS