PUBLICIDADE
Fortaleza
luto

Aos 79 anos, morre a historiadora cearense Simone de Souza

11:12 | 10/08/2018
Simone de Souza
(Foto: Reprodução/Facebook)
Morreu na madrugada desta sexta-feira, 10, a historiadora cearense Simone de Souza, aos 79 anos. Conforme informações preliminares, a morte foi decorrente de complicações de um quadro de infecção urinária e pneumonia. Ela estava internada há duas semanas.

De acordo com o historiador Sebastião Ponte, com quem ela trabalhou na Universidade Federal do Ceará (UFC), a professora chegou a ser internada algumas vezes com o quadro de infecção. A saúde piorou nas últimas semanas, quando ela deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e descobriu infecção no coração.

"Ela lutou muito pela departamentalização do curso de História da Universidade Federal do Ceará (UFC), que a gente fazia parte", lembra Ponte. O Curso de História integrou o Departamento de Ciências Sociais e Filosofia por 21 anos, entre 1972 e 1993. 

Com Sebastião Ponte, Simone escreveu os livros "Construindo o Ceará - História" e "Fortaleza a Criança e a Cidade", ambos pelas edições Demócrito Rocha. Ela também foi organizadora do livro "Uma Nova História do Ceará" e de três edições da coleção "Fortaleza: História e Cotidiano" ("Comportamento", "Intelectuais" e "Seca").

RUBENS RODRIGUES