PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Melhoria da educação pública é centro de discussões em jantar oferecido pelo O POVO

Presidente do Todos Pela Educação diz que padrão educacional cearense é elevado para o Brasil, mas que Estado precisa olhar para fora do País

Wanderson Trindade
23:52 | 30/08/2018
NULL (Foto: )
NULL (Foto: )
[FOTO1]
Com o objetivo de colocar a educação no centro do debate público, parceria entre O POVO, Fundação Demócrito Rocha e Todos pela Educação proporcionou um jantar “motivador” na noite desta quinta-feira, 30. Essa é uma das principais bandeiras levantadas pelas instituições, que enfatizam sua importância durante o período eleitoral.
  
Diretora de Redação do O POVO, Ana Naddaf diz que parceria nasceu “jornalística”, para melhor fundamentar as matérias desenvolvidas, mas que depois foi ampliada para conversas mais amplas. “Nós resolvemos estender para diferentes áreas, pois educação é uma das nossas bandeiras trabalhadas nesses 90 anos de jornal”, afirma.
  
“Geralmente educação não é um tema corriqueiro em um discurso ou debate político. Então, a gente resolveu reforçar o assunto neste ano”, declara Naddaf.
  
Priscila Cruz, presidente do Todos pela Educação, celebra os resultados obtidos pelo Estado e pede mais participação dos cearenses para que os índices se mantenham. “É importante que a sociedade cearense entenda o seu papel de referência para o Brasil, por aquilo que já avançou e ainda tem a avançar. O Ceará conseguiu manter um ritmo de melhorias nos últimos 20 anos e é importante que não relaxe”, pondera.
  [SAIBAMAIS]
“O padrão do Estado é elevado para o padrão brasileiro, mas ainda não para o nível mundial. Então, é importante começar olhar lá para fora”, afirma a presidente da ONG, que é apartidária e tem como propósito melhorar o Brasil impulsionando a qualidade e a equidade da educação básica.
  
De acordo com Priscila Cruz, a organização também trabalha “fortemente na contramão” de outros movimentos pela educação. “O Brasil precisa primeiro fazer reformas na educação para depois ampliar investimentos. Porque se hoje for colocado mais dinheiro no sistema atual, a gente vai desperdiçar muitos recursos”, reflete.
  
Presente no jantar e apontada como uma das principais responsáveis pela melhora da educação no Estado, a vice-governadora Izolda Cela diz acreditar que ainda existe “muita estrada pela frente” a ser trilhada. “Existem desafios em diversas frentes. Mas agora estamos festejando ‘por 5 minutos’, pois a expectativa também é de crescimento no ensino médio”, responde.
TAGS