PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Mais de 15 árvores são cortadas na Cavalaria da PMCE para reforma de calçada

Aproximadamente 15 árvores foram cortadas e outras ainda seriam derrubadas. Policiais são obrigados a cuidar dos cavalos sob o sol após os cortes

18:12 | 18/08/2018
NULL
NULL (Foto: )

[FOTO1]Aproximadamente 15 árvores do quartel do Regimento de Polícia Montada (RPMont), também conhecido como Cavalaria da Polícia Militar, foram cortadas. O quartel fica na avenida Washington Soares. A ação foi registrada na última sexta-feira, 17. No entanto, O POVO Online apurou com fontes ligadas à Polícia Militar que mais árvores serão cortadas.

Conforme a fonte, o motivo da derrubada seria a reforma de uma calçada e que as raízes das árvores estariam danificando a calçada. Com o corte das árvores os policiais são obrigados a fazer o processo de "encilhar", ou seja, de colocar a sela no cavalo, limpar o animal e dar o devido trato, sob o sol do meio-dia.

O POVO Online recebeu imagens que mostram os militares cuidando dos animais sob o sol após o corte das árvores, mas opta por não divulgá-las para evitar a exposição dos agentes de segurança.

[FOTO2] Com as árvores, todo o processo era feito na sombra. A integrante do movimento Pró-Árvore, Bilica Léo, informou que o grupo repudia a ação do corte das árvores e que existe um viés equivocado, se colocar os benefícios que as árvores proporcionam aos animais e as pessoas que convivem ali. Ela cita que a ação impacta não só os cavalos, mas os pássaros e morcegos.

O movimento vai apurar a forma como aconteceram os cortes. Bilica explica que para cada árvore cortada duas devem ser plantadas no mesmo local. As árvores cortadas são da espécie Nim Indiano, que é exótica invasora. No entanto, não justifica o corte de tantas árvores por causa de uma calçada, ainda segundo Bilica Léo. 

O POVO Online enviou nota à Polícia Militar do Ceará questionando a ação do corte das árvores e aguarda resposta.

 

Redação O POVO Online

TAGS