PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Divulgados horários e locais dos velórios dos policiais executados em bar

Familiares e amigos se despedirão de José Augusto de Lima, Antonio Cezar Oliveira Gomes e Sanderley Cavalcante Sampaio na tarde desta sexta-feira, 24

10:12 | 24/08/2018
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]
A Polícia Militar do Ceará divulgou, em nota, os locais e horários dos velórios de João Augusto de Lima (1º sargento da reserva), 58; Antonio Cezar Oliveira Gomes (2º tenente da reserva), 50; e Sanderley Cavalcante Sampaio (subtenente da ativa), 46, mortos na tarde da última quinta-feira, 23, no bairro Vila Manuel Sátiro. As cerimônias ocorrerão na tarde desta sexta-feira, 24, em cemitérios de Fortaleza e região metropolitana.

Familiares e amigos se despedirão de João Augusto e Antonio Cezar em velório na Caixa Beneficente dos Militares do Ceará. O sepultamento de Augusto ocorrerá às 16 horas, com missa de corpo presente às 15 horas, no Cemitério Parque da Saudade, na Caucaia. O de Cezar será também às 16 horas, com missa de corpo presente às 15 horas, no Cemitério Parque da Paz. A despedida de Sanderley ocorrerá Cemitério Jardim do Éden, em Pacatuba. Após a  missa de corpo presente, às 14 horas, o corpo será sepultado às 15 horas.

Os três policiais foram mortos quando estavam de folga em um bar. Ocupantes de um Volkswagen Voyage de cor preta efetuaram disparos na direção das vítimas, que foram atingidas e morreram no local. O automóvel que teria sido utilizado no crime foi abandonado em seguida. Três suspeitos do crime foram presos e um morto durante abordagem ainda na última quinta-feira, 23.

O Sindicato da Polícia Civil divulgou nota de pesar e convocou policiais a comparecerem nos velórios. “A diretoria do Sinpol Ceará convoca a categoria para se fazer presente no velório e no enterro para dar apoio as famílias dos guerreiros. O Sinpol ressalta que a Polícia Civil e a Polícia Militar são uma única família e espera que as forças de segurança, coordenadas pela Secretaria de Segurança, deem uma resposta imediata e firme a esse ataque covarde contra os nossos irmãos da Polícia Militar”. 
 
Redação O POVO Online 
TAGS