Motorista de caminhão que provocou acidente estava embriagado, diz AMCNotícias de Fortaleza
PUBLICIDADE
Notícias


Motorista de caminhão que provocou acidente estava embriagado, diz AMC

Condutor do caminhão foi levado ao IJF com lesões sofridas em tentativa de linchamento

22:29 | 30/07/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
Pessoas atropeladas, feridas e mortas, além de destruição pelo caminho. Foi isso que um caminhão desgovernado causou no início da noite desta segunda-feira, 30, na avenida Osório de Paiva. As informações até o momento são de que pelo menos três pessoas morreram e de que outras 18 ficaram feridas.

De acordo com a Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), o condutor do caminhão confessou que havia consumido bebida alcoólica, sendo, portanto, enquadrado pela Lei Seca. “O motorista foi enquadrado na Lei Seca e foi devidamente autuado por apresentar sintomas de embriaguez”, diz a AMC, em nota.

Dourado Rodrigues, socorrista que trabalhou na ação, informou que o motorista estava com a parte frontal do rosto “bastante lesionada”, por conta das agressões sofridas em tentativa de linchamento. Dourado diz ainda que não sabe da situação de momento do condutor, mas que ele já havia chegado “mal” ao Instituto Doutor José Frota (IJF).

Segundo um funcionário do hospital, pelo menos outras 18 vítimas foram levadas para lá, onde nenhum óbito foi registrado.

Segundo o agente da AMC, Disraeli Brasil, o caminhão “saiu arrastando” pessoas e veículos do terminal do Siqueira até a rua Luiz Vieira. A distância percorrida pelo caminhão é entre 150 e 200 metros. 
 [SAIBAMAIS]
Ainda de acordo com a AMC, 129 óbitos acontecerram na avenida Osório de Paiva dentro de dez anos. Para isso, a avenida "vem recebendo desde maio deste ano um pacote de intervenções viárias para garantir a segurança de condutores e pedestres". 

"Já foram instalados três novos semáforos: um para pedestres em frente ao Terminal do Siqueira, outro no cruzamento da Av. Osório de Paiva com Rua Afrânio Peixoto e um mais recente na interseção da Av. Osório de Paiva com a Rua Napoleão Quezado", informou o órgão.
 
[VIDEO1] 
 
Redação O POVO Online 
TAGS