PUBLICIDADE
Fortaleza
MOBILIDADE

Com 4 novas estações, passagem do VLT deve permanecer gratuita até 2019

A operação acontece de segunda a sexta-feira, das 6 horas até meio-dia

13:28 | 06/07/2018
(Foto: Aurélio Alves/ O POVO)
Apesar de não ser uma implantação completa, o governador do Estado do Ceará Camilo Santana (PT-CE) entregou na manhã desta sexta-feira mais quatro estações do Veículo Leve Sobre Trilho (VLT). Com estas inaugurações, a linha já soma oito estações, restando apenas ficarem prontas duas: Mucuripe e Iate Clube.

A operação, assistida e gratuita, passa a acontecer de segunda a sexta-feira das 6 horas ao meio-dia. De acordo com a Secretaria da Infraestrutura do Ceará, a operação comercial (paga) só deve começar em 2019.
 
Estavam presentes nas inaugurações, além do governador, o prefeito Roberto Cláudio (PDT-CE), o senador e presidente do Congresso Nacional Eunício Oliveira (MDB-CE), e o secretário da Infraestrutura do Ceará Lúcio Gomes. 

As estações inauguradas ligam os bairros Parangaba e Papicu. O VLT percorre cerca de 10,9 km neste trajeto. Anteriormente o transporte só percorria 4,7 km (Parangaba - Borges de Melo) .
(Foto: Aurélio Alves/ O POVO)

Camilo Santana pontuou que este momento marcou um avanço no deslocamento do fortalezense. "Equipamento importante para mobilidade urbana, vai ser bom para fazer a conexão com a Linha Sul do Metrô. De 2016 para cá, conseguimos acelerar o ritmo das obras e deu para entregar 80% da linha", afirma.

O governador ressalta ainda que um fator importante é a integração entre VLT, metrô e ônibus da Capital. Atualmente, existem passarelas nos terminais do Papicu e da Parangaba que foram construídas com a finalidade de conectar passageiros de trem e coletivos. Entretanto, ainda não é possível utilizar uma mesma passagem para ter acesso a todos os modais, como acontece entre ônibus e vans. "A ideia é fazer isso ainda este ano", declara.

Para Roberto Cláudio, a modalidade de transporte ferroviário do VLT é benéfica. "Transporte novo, mais ágil e que tem um tipo de linha que cruza áreas de alta demanda de transporte de Fortaleza", ponderou. 

O clima
(Foto: Aurélio Alves/ O POVO)

O cenário foi de satisfação para alguns trabalhadores e alegria a cada descida nas estações para inaugurar o local. Dentro do trem, um grupo de batuque animava a viagem. O governador Camilo Santana se juntou e tocou algumas batucadas. O prefeito Roberto Cláudio também entrou no clima.

Núbia Vidal, professora, avalia o trabalho como "ótimo". "Vai ficar muito mais fácil pro trabalhador. Ajuda muito nosso deslocamento, é bem mais rápido e mais fácil para quem precisa ir pro trabalho", pontua.

A Linha Leste do Metrô

Paralisadas desde 2015, as obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza devem começar ainda neste mês, de acordo com o governador. "Ontem nós assinamos contrato da linha leste e eu já homologuei o resultado da licitação", frisou Camilo Santana.

O trecho vai se integrar à Linha Sul, no Centro, com a estação do VLT do Papicu, e consequentemente, com a Parangaba.

MATHEUS FACUNDO