PUBLICIDADE
Fortaleza
mobilidade

Após reunião, greve dos rodoviários continua no Ceará

As negociações entre os trabalhadores e os patrões não avançaram

21:16 | 12/07/2018
O Sindicato dos Trabalhadores das Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros Intermunicipal e Interestadual (Sinteti) se reuniu na tarde desta quinta-feira, 12,  com o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Intermunicipal e Interestadual do Ceará (Sinter Ônibus), mas as negociações não avançaram e a greve continua. As informações são do Sinteti.
O sindicato dos trabalhadores propôs invalidar o termo aditivo que prevê o fim do passe livre, criação do banco de horas e redução do intervalo de descanso de 11 para 8 horas. Além disso, também requereu o restabelecimento da convenção coletiva na íntegra, mas, segundo o próprio sindicato, as empresas não aceitaram.

Ainda na negociação mediada pelo procurador Regional do Trabalho, Gérson Marques, os sindicalistas sugeriram restabelecer o vale refeição, a cesta básica e o plano de saúde dos profissionais. Também foi discutida a possibilidade 
de compensar as horas de funcionários que tiveram o ponto cortado em Juazeiro do Norte durante as paralisações, pontos negados pela patronal.

Nesse caso, a greve dos rodoviários continuará no Estado. Por fim, o Ministério Público de Trabalho (MTB) informou que o procedimento não será arquivado, pois o prosseguimento do conflito coletivo poderá exigir demanda conciliatória ou outro tipo de atuação.
 
O POVO Online entrou em contato com o Sinter Ônibus, mas, até o fechamento da matéria, não teve as chamadas atendidas.

IZADORA PAULA