PUBLICIDADE
Notícias

Queima de fogos é registrada no Lagamar após prisão de tenente que atuava na região

Moradores acreditam que a queima de fogos foi uma comemoração pela prisão de um tenente que atuava na comunidade

19:44 | 08/06/2018

Uma queima de fogos foi registrada na comunidade do Lagamar, nesta sexta-feira, 8, após a operação que terminou na prisão do tenente PM Donaldson Bezerra dos Santos. Moradores que pediram para não serem identificados informaram que ouviram os fogos no fim da tarde e a ação foi atribuída a uma suposta comemoração pela detenção do tenente, que atuava na área. 


O tenente foi detido durante uma operação da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), nas proximidades da avenida Litorânea, no Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Ele estava com um soldado que também foi detido, ambos por suspeita de extorsão.

 

A CGD informou, por meio da Delegacia de Assuntos Internos (Dai), que autuou em flagrante dois policiais militares por extorsão. A condução dos servidores foi realizada por uma equipe da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e houve a participação da Coin. "Além das providências adotadas, a controladoria determinou a instauração do procedimento disciplinar, para devida apuração na seara administrativa", informou. 


A associação dos oficiais informou, por meio do tenente-coronel Homero, presidente da entidade, que o setor jurídico acompanha o tenente. "Nos causa estranheza, pois se trata de um oficial que fazia um excelente trabalho operacional e apreensões na área do Lagamar", disse.

Moradores confirmaram que ouviram os fogos no fim da tarde, nas proximidades do canal. "Pensei que era entrada de Ano Novo", disse uma universitária. Outro morador relatou que acredita em uma festa no fim de semana, pois os moradores não concordavam com as ações do tenente na comunidade.

 

Redação O POVO Online  

TAGS