PUBLICIDADE
Notícias

Secretaria de Saúde confirma 32 mortes por H1N1 no Ceará em 2018

Boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira, 18, mostra que número de casos não para de crescer

22:22 | 18/05/2018
NULL
NULL
[FOTO1]O número de mortes causadas pelo vírus H1N1 aumentou no Ceará neste ano. A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) divulgou o boletim semanal com os quantitativos que revelou 32 mortes por H1N1. Em comparação com a série histórica, o ano de 2018 tem a maior proporção de casos confirmados de Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG) com 237 casos, sendo 185 só de H1N1.

[SAIBAMAIS]Das mortes mortes confirmadas, além das 32 causadas pela influenza H1N1, houve também uma morte pelo subtipo H3N2, duas por influenza A e quatro por influenza B, totalizando 39 óbitos no Estado causado pelas chamadas SRAG.

Segundo o levantamento, Capital e Região Metropolitana têm a maior incidência de casos, logo atrás vem o Sertão Central, Região Norte e Litoral Leste.

Até esta quinta-feira, 17, foram confirmados 185 casos de H1N1. 41,6% dos municípios cearenses já confirmaram ao menos um caso de influenza neste ano. O índice de letalidade da doença chega a 16,5%.

Dentre os mortos confirmados pelas SRAG, 82,1% apresentavam um ou mais fatores de risco.
 
Neste fim de semana dois postos de vacinação estarão abertos em regime de plantão para imunizar a população de risco. O Posto de Saúde Paulo Marcelo (rua Vinte e Cinco de Março, 607 - Centro) e o Posto de Saúde de Messejana (rua Coronel Guilherme Alencar, s/n - Messejana) funcionam das 8 horas às 16h30min.

Redação O POVO Online
TAGS