PUBLICIDADE
Notícias

"Esses africanos fedidos devem sair", diz bilhete racista encontrado em banheiro da UFC

O bilhete ainda chamava o povo negro de "burro e vitmista", além de incitar ódio contra venezuelanos, colombianos e "todo lixo que contamina a UFC"

15:59 | 18/05/2018
NULL
NULL
[FOTO1]Bilhete encontrado em banheiro da Universidade Federal do Ceará (UFC) chamou a atenção da comunidade universitária na última semana. Com mensagens de cunho racista e xenófobo, o texto falava de estudantes imigrantes na universidade e dizia que eles deveriam ir embora. "Esses africanos fedidos devem sair dessa universidade. Essa gente só dá despesa para a UFC e não acrecenta em nada", iniciava a mensagem.

Encontrada no banheiro masculino da Biblioteca do Centro de Humanidades II há uma semana, dia 11, a nota foi alvo de críticas na internet e virou até tema de ato antirracista organizado por estudantes na última segunda-feira, 14, onde alunos deliberaram a reativação do Fórum de Negras e Negros da UFC. 

O bilhete ainda chamava o povo negro de "burro e vitmista", além de incitar ódio contra venezuelanos, colombianos e "todo lixo que contamina a UFC". O autor do texto, desconhecido, clamou em palavras que a universidade era um lugar de "gente inteligente e produtiva".

O estudante que encontrou o bilhete relatou em publicação no Facebook que, ao sair do banheiro, se deparou com alguns estudantes africanos estudando no local. Ele lamentou a situação ponderando que "estamos vivendo em um tempo em que racistas, fascistas perderam a vergonha e estão tirando os seus capuzes". Ele finaliza o texto de denúncia questionando: "negros nas universidades: além de cotas, precisarão também de escolta?".

Por meio de nota enviada à reportagem, a UFC afirmou repudiar qualquer atitude que transgrida a dignidade das pessoas, a exemplo da xenofobia e do racismo. "A UFC defende que a convivência no âmbito universitário - e fora dele - seja sempre pautada pelo respeito à diversidade de etnia, raça, gênero, nacionalidade etc", pontuava o comunicado.

Denúncias

A universidade reitorou que casos desta natureza sejam comunicados às instâncias responsáveis como a Ouvidoria-Geral da UFC. Denúncias podem ser feitas pessoalmente, na reitoria da Universidade (av. da Universidade, 2995, Benfica) ou pela internet neste link. 

 

TAGS